Header Ads Widget

Responsive Advertisement

Governador anuncia toque de recolher a partir de 22 horas



O governador Camilo Santana (PT) anunciou, na noite desta quarta-feira (17), toque de recolher a partir das 22 horas até às 5h em todo o Estado do Ceará. A decisão valerá até o próximo dia 28.

Além disso, Camilo anunciou que todos os espaços públicos fecharão às 17h, sendo que esse novo decreto de isolamento social expande algumas medidas tomadas para o período de Carnaval, como barreiras sanitárias nas cidades cearenses e o horário reduzido de atividades comerciais que não oferecem serviços considerados essenciais pelas autoridades. O governador cearense também decidiu suspender as aulas presenciais em escolas públicas e privadas em todo o Estado.

Outras medidas foram: comércio funcionará de segunda a sexta até as 20h. Depois deste horário, só funcionarão os que oferecem serviços essenciais; aos fins de semana, restaurantes só poderão funcionar até 15h, e comércio, incluindo shoppings, até 17h; permissão de transporte intermunicipal, desde que haja fiscalização na entrada e na saída das cidades; funcionalismo público atuará de forma remota, exceto as atividades essenciais; recomendação para que o setor privado trabalhe de forma remota.

Todo esse esforço é para tentar frear a velocidade de propagação do vírus, que continua relativamente alta em todo o País. O Brasil registrou 1.195 mortes pela Covid-19 e 57.937 casos da doença, nesta quarta-feira (17). Com isso, o país chegou a 242.178 óbitos e a 9.979.276 pessoas infectadas pelo Sars-CoV-2 desde o início da pandemia. Os dados do país são fruto de colaboração inédita entre Folha, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

Hospitais
Cinco hospitais de Fortaleza estão com 100% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ocupados por pacientes com Covid-19. A média geral de ocupação dos leitos de UTI da Capital é de 89,56%, até o fechamento desta edição. Além dos dados diários, a Folha também mostra a chamada média móvel. O recurso estatístico busca dar uma visão melhor da evolução da doença, pois atenua números isolados que fujam do padrão.

A média móvel é calculada somando o resultado dos últimos sete dias, dividindo por sete. De acordo com os dados coletados até as 20h, a média de mortes nos últimos sete dias é de 1.033, valor 2% inferior ao de 14 dias atrás. Portanto, a situação é de estabilidade, o que não significa um quadro tranquilo da pandemia.

Em meio ao agravamento da epidemia do novo coronavírus, o número de leitos de UTI habilitados pelo Ministério da Saúde para tratamento da doença tem tido queda nas últimas semanas e, nesse ritmo, pode chegar a zero em meados de março, segundo balanço de gestores estaduais de saúde.

Postar um comentário

0 Comentários