Últimas Notícias

CANINDÉ: CORTANDO RODOVIAS E ABRINDO O PROGRESSO NO SERTÃO.

ESTRADAS VICINAIS ESTÃO SENDO RECUPERADAS NAS DIVISAS DOS MUNICÍPIOS.

Diz um ditado popular. Conhece-se uma boa Prefeita pelas estradas de seu Município. Essa versão pode ser inspirada na cidade de Canindé, onde em dois anos foram recuperados e reabertos 2.694 quilômetros de estradas vicinais que estão entre as melhores da região.

Quem circula pelas rodovias do Município é só elogio. O motorista Francisco das Chagas de Sousa que faz o horário (nome popular dado para quem transporta passageiros diariamente para o centro comercial de Canindé), disse que antes era ruim trafegar na zona rural, muitos buracos, quebrava o carro constantemente e ainda atrasava a chegada à sede do Município. 

Esse tipo de obra é de extrema importância para o Município, pois permite a ampliação de outras ações da prefeitura como o transporte escolar, serviços de saúde, distribuição de água de carros pipa, transporte de pacientes as unidades hospitalares e da produção agrícola. 

‘’Estamos cortando rodovias e abrindo o progresso Sertão afora’’, diz a Prefeita Rozário Ximenes. A meta é abrir e recuperar as estradas de divisas para melhorar o intercâmbio educacional, social, cultural, de saúde e institucional’’, ressalta a Prefeita.

A malha viária rural do município atualmente é de 4.644.6 km, “Estamos fechando o exercício de 2018, com cerca de 3 mil km de estradas beneficiadas com serviços de implantação, manutenção e recuperação”. Esta medida poderia ser mais ampla, mas tem que ser levado em consideração o fato de se tratar de estradas de terras, que tem um desgaste acentuado, onde requer manutenção periódica.


A Reportagem do C4 Notícias, acompanhou um dia de trabalho de uma patrol na divisa de Canindé com Itatira, na localidade de Santa Terezinha, onde o acesso é o pior possível. Em época de inverno, trafegar somente em motos.

Também tem o verão que é de no máximo cinco meses de duração, e isto afeta a rotina de manutenção das vias. No início do ano passado, a Prefeitura apresentou o plano de trabalho chamado de Plano de Inverno, onde foram priorizadas as estradas vicinais com os serviços de transporte escolar e da produção agrícola. 

Cada máquina gasta em média 135 litros óleo por dia. A cada 200 km percorridos, é necessário trocar lâminas e lubrificar o motor. ‘’São estradas de qualidade, explica o coordenador do programa Dalton Amorim, que é responsável ainda pela manutenção dos veículos pesados. Para isso, a Secretaria da Infraestrutura contratou um mecânico especializado nesse setor para evitar transtornos durante os trabalhos de terraplanagem.



Fotos e texto de Antônio Carlos Alves.

Nenhum comentário

Pedimos aos usuários que logo abaixo da caixa de comentários ao invés de anonimo, coloquem nome/url e coloquem a identificação a fim de comprovar seus cometários, é muito importante que vcs se identifiquem assim suas opiniões serão mais aceitas. Aos que persistirem no anonimato será feita a devida moderação nas palavras e afirmações comentadas.

Não utilizem palavras ou frases que ataquem ou agridam a outrem direta ou indiretamente, o portal C4 Notícias modera os comentários mas não se responsabiliza pelas opiniões deixadas por seus leitores.

att
Equipe C4 Notícias