Últimas Notícias

DIA DAS CHAGAS E SÃO FRANCISCO É MARCADA POR PROCISSÃO E MISSA CAMPAL.


De longe distantes tangidos por fé, de todos os lugares chegam a Canindé, não temem a jornada correndo até risco de qualquer maneira vem ver São Francisco. Ao som desse refrão, cantado pelo Reitor do Santuário Frei Marconi Lins, o Painel de São Francisco, percorreu as principais ruas da cidade para marcar o dia das ‘’Chagas’’, um dos momentos marcantes na vida do santo, que é considerado o homem do milênio pela ‘’Revista Times’’.

Frei Marconi lembrou que cada procissão lembra um caminho a ser percorrido. Disse ainda que é necessário rezar pelos jovens que precisam de oportunidades na vida

Ontem dia 17 de setembro, a Igreja Católica comemorou um dos acontecimentos mais marcantes na vida de São Francisco: o recebimento das chagas de Cristo, que lhe deram o título de São Francisco das Chagas. O tema refletido nesse ano no Santuário de São Francisco das Chagas foi: “Nós Vos adoramos e Vos bendizemos, Senhor Jesus Cristo, porque por Vossa santa Cruz remistes o mundo”.

O Santuário de Canindé, já em clima de festa, celebrou esse dia com uma programação especial:

Foram realizadas Missas na Basílica

6h, 9h e 16

CELEBRAÇÃO FESTIVA 

18h – Procissão com o Painel e Missa em frente à Basílica

Itinerário da Procissão: Rua João Pinto Damasceno, Mons. Zezinho, Joaquim Magalhães e Gervásio Martins e Basílica.

Após a procissão, uma missa campal, foi celebrada no Pátio do Santuário por Frei Marconi Lins encerrou as comemorações do dia. Durante a santa missa, o franciscano fez questão de explicar para os cristãos presentes a mística das Chagas:

‘’Contemplar a Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo é um exercício espiritual muito próprio da espiritualidade de São Francisco.

A contemplação da cruz e da paixão do Senhor está presente na vida de São Francisco mesmo antes de sua adesão radical à vida evangélica que mais tarde nascerá de sua conversão. Assim atesta seu primeiro biógrafo, Tomás de Celano: Quem não acreditará que Francisco estava crucificado quando foi para o céu, sabendo que mesmo quando não tinha desprezado plenamente o mundo exterior ouviu Cristo falar da cruz, em um milagre novo e inaudito? Desde essa hora, em que o amado se dirigiu a ele, sua alma ficou transformada. E o amor do coração manifestou-se posteriormente pelas feridas do corpo. Mas desde essa época foi incapaz de deixar de chorar a paixão de Cristo, mesmo em voz alta, como se a tivesse diante dos olhos. Enchia os caminhos de gemidos, e não admitia consolação alguma lembrando-se das chagas de Cristo. Um dia encontrou um amigo íntimo e o levou a chorar amargamente quando contou a causa de sua dor.

‘’A cruz lembra a prova de Jesus Cristo pelo povo de Deus. Queremos viver profundamente nesse Santuário, como expressão de amor ao próximo. O cristão precisa carregar as Chagas de Francisco. É preciso abandonar a lógica do mundo, para acompanharmos a lógica do amor e da esperança. Que nossa igreja seja de fé e oração. A caridade de Cristo onde Jesus nos chama para seguir os seus passos’’, salientou o Reitor durante a celebração.

Segundo ele, São Francisco se sentiu profundamente amável e sensível junto ao povo de Deus. Canindé é a alma franciscana do Brasil.

Fotos e texto de Antônio Carlos Alves

Nenhum comentário

Pedimos aos usuários que logo abaixo da caixa de comentários ao invés de anonimo, coloquem nome/url e coloquem a identificação a fim de comprovar seus cometários, é muito importante que vcs se identifiquem assim suas opiniões serão mais aceitas. Aos que persistirem no anonimato será feita a devida moderação nas palavras e afirmações comentadas.

Não utilizem palavras ou frases que ataquem ou agridam a outrem direta ou indiretamente, o portal C4 Notícias modera os comentários mas não se responsabiliza pelas opiniões deixadas por seus leitores.

att
Equipe C4 Notícias