Últimas Notícias

ITATIRA É O 21º MUNICÍPIO A RECEBER A CAMPANHA CEARÁ SEM DROGAS.


O município de Itatira recebeu, na manhã desta quarta-feira (28/02), a 21ª edição da Campanha Ceará Sem Drogas, realizada pela Assembleia Legislativa do Ceará. O evento, o primeiro de 2018, reuniu cerca de mil pessoas na Escola de Ensino Médio Nazaré Guerra, para um debate sobre as consequências do uso de drogas.

Já Morada Nova recebe a 22ª edição da campanha Ceará sem Drogas, nesta quinta-feira (01/03), às 9h30. Na sexta-feira (02/03), no mesmo horário, será a vez de Itapajé sediar a 23ª edição.

No evento desta quarta-feira, em Itatira, o presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, deputado Zezinho Albuquerque (PDT), responsável pela iniciativa, agradeceu a presença do público e acrescentou que um dos objetivos da campanha é evitar o primeiro contato dos jovens com as drogas. “Sabemos que a grande maioria dos dependentes químicos entrou nesse caminho pela curiosidade e acreditamos que, com a palestra de Walter Casagrande, vocês pensarão melhor”, salientou.

O parlamentar informou ainda que, somente de janeiro a março de 2017, 85% das pessoas assassinadas em Fortaleza tinham algum envolvimento com drogas. Além disso, a cada grupo de seis municípios cearenses, um deles registra altos níveis de problemas relacionados ao consumo de crack.

O prefeito de Itatira, Antônio Almir, parabenizou a Assembleia por proporcionar aos jovens cearenses a oportunidade de ouvir o relato de uma referência no esporte, que tem conseguido superar a dependência química. “Por mais que seja um assunto delicado, precisamos levar essa discussão para as escolas e lares”, opinou.

Ao iniciar a conversa com o público, o comentarista esportivo e ex-jogador de futebol Walter Casagrande relembrou a história dele no esporte e como foi sua experiência com as drogas. Ele alertou para o fato de que o usuário não se considera um dependente. “Eu não me considerava mal (de saúde). Mas já estava em um ponto que não me alimentava mais, não tomava banho, comecei a ter surtos psicóticos”, relatou.

Casagrande também lembrou a importância de não marginalizar o usuário de drogas. “A família e os profissionais de saúde devem encarar o dependente como alguém que precisa de ajuda. O Ceará, hoje, conta com conselhos e uma Secretaria Especial sobre Drogas. Procurem esses serviços e acreditem nesse tratamento”, recomendou.

Para o aluno do 3º da Escola de Ensino Médio Antonio Sabino Guerra, Kayan Alves, de 17 anos, a palestra possibilitou uma reflexão sobre o consumo de drogas pelos jovens e a importância de se evitar um primeiro contato. Já a estudante do 8º ano da Escola de Ensino Fundamental José Paulo de Sousa, Mirella Viana, de 13 anos, confidenciou que um amigo de sua idade já é usuário. “Ele está aqui hoje assistindo a essa palestra e espero que pare após ouvir como o futuro pode ser ruim”, torceu.

Estiveram presentes no evento ainda o deputado Bruno Pedrosa (PP), prefeito Antônio Almir, vereadores Paulo Ruberto e Almir Costa, a secretária de Políticas sobre Drogas, Aline Bezerra, entre outras autoridades.

A campanha Ceará sem Drogas já levou sua palestra para os municípios de Aracati, Acaraú, Aquiraz, Campos Sales, Cruz, Crateús, Crato, Fortaleza, Horizonte, Limoeiro do Norte, Nova Russas, Ocara, Russas, Sobral e Brejo Santo, Boa Viagem e Várzea Alegre.

Serviço

Atendimento do Centro de Referência sobre Drogas (CRD): 0800 275 1475.

Mais informações sobre a Campanha Ceará sem Drogas na AL: 3277 2504.

Foto: Edson Júnior Pio

Assessoria de Imprensa – Assembleia Legislativa do Ceará

Salomão de Castro: 85.99611.8953

Aline Pedrosa: 85.99611.8950

Nenhum comentário

Pedimos aos usuários que logo abaixo da caixa de comentários ao invés de anonimo, coloquem nome/url e coloquem a identificação a fim de comprovar seus cometários, é muito importante que vcs se identifiquem assim suas opiniões serão mais aceitas. Aos que persistirem no anonimato será feita a devida moderação nas palavras e afirmações comentadas.

Não utilizem palavras ou frases que ataquem ou agridam a outrem direta ou indiretamente, o portal C4 Notícias modera os comentários mas não se responsabiliza pelas opiniões deixadas por seus leitores.

att
Equipe C4 Notícias