Últimas Notícias

CARTÃO MAIS INFÂNCIA MOVIMENTA MAIS DE R$ 52 MIL REAIS EM CANINDÉ.


O cartão mais infância lançado em Canindé pela prefeita Rozário Ximenes e o Secretário da Assistência Social Márcio Sousa movimenta hoje no Município R$ 52.870,00 e beneficia 622 famílias.

No Ceará, cerca de 60 mil famílias cearenses em situação de extrema pobreza estão sendo beneficiadas com auxílio mensal de R$ 85 do Governo do Ceará através do Cartão Mais Infância.

Segundo o Secretário Márcio Sousa, a transferência de renda ocorre para núcleos familiares com crianças de 0 a 5 anos e 11 meses que se enquadrem na situação de alta vulnerabilidade social: residentes de zona rural, em propriedades sem banheiro ou sanitário, de estrutura inapropriada (taipa, palha, madeira aproveitada ou outro material), além de residências urbanas sem água canalizada em pelo menos um cômodo.

Em seu discurso de lançamento do programa no ano passado, Camilo Santana revelou que cerca de 50 mil famílias do Estado já receberam o Cartão Mais Infância ainda no mês de dezembro de 2017. Até julho de 2018, cerca de 60 mil famílias cearenses em situação de extrema pobreza serão beneficiadas.

A Prefeita de Canindé Rozário Ximenes comemora mais uma ação do Governador Camilo Santana em Canindé, através do programa Mais Infância e reforçou o foco da gestão municipal em oferecer mais qualidade de vida e oportunidades para cidadãos (ã) canindeenses que enfrentam a pobreza na região.

“O Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE) fez um estudo identificando as famílias que têm crianças de zero a seis anos que vivem em extrema pobreza. Inicialmente, todas as famílias registradas passam a receber o benefício. A partir daí todo um trabalho de acompanhamento para identificar novas famílias para também receber esse auxílio. Estamos aqui pensando nas novas gerações, para que elas não sofram com os mesmos erros das antigas, e tenham mais oportunidades no futuro”, afirmou a prefeita.

Idealizadora do Mais Infância, a primeira-dama Onélia Santana complementou que a expansão do alcance do benefício ocorrerá por meio de busca ativa (ação de localização de pessoas em situação de vulnerabilidade).

“Vamos em busca das famílias que não estão no Cadastro Único. Os profissionais estão sendo capacitados neste momento para realizar esse trabalho, que será conjunto entre Governo do Ceará e prefeituras municipais. Esse processo está sendo cuidado pela Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social e as secretarias municipais que respondem pelas ações de assistência social”, detalhou.

Foto e texto de Antônio Carlos Alves

Nenhum comentário

Pedimos aos usuários que logo abaixo da caixa de comentários ao invés de anonimo, coloquem nome/url e coloquem a identificação a fim de comprovar seus cometários, é muito importante que vcs se identifiquem assim suas opiniões serão mais aceitas. Aos que persistirem no anonimato será feita a devida moderação nas palavras e afirmações comentadas.

Não utilizem palavras ou frases que ataquem ou agridam a outrem direta ou indiretamente, o portal C4 Notícias modera os comentários mas não se responsabiliza pelas opiniões deixadas por seus leitores.

att
Equipe C4 Notícias