Canindé

[Canindé][bleft]

Regional

[Regional][twocolumns]

VEREADORA KARLINDA COELHO ENVIA DOCUMENTO AO MINISTÉRIO DA SAÚDE.


MEDIDA VISA INCLUSÃO DO MUNICÍPIO DE CANINDÉ NO MEDICAMENTO QUE TRATA O CÂNCER DE MAMA.

A Vereadora Karlinda Coelho usou a Tribuna da Câmara Municipal de Canindé para requerer pedido junto ao Ministério da Saúde e da Secretaria de Saúde de Canindé, a inclusão do Município visando receber o medicamento Herceptin trastuzumab 440mg para o tratamento do Câncer, através do Sistema Único de Saúde, a partir da Reorganização das Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo- PDP.

No documento a parlamentar lembra que um acordo feito entre o Instituto Tecnológico do Paraná – TECPAR e a Empresa Brasileira Axis Biotec, vão atender 40% da demanda do Sistema Único de Saúde.

De acordo com a vereadora, trastuzumab dobra sobrevida de pacientes; dose do remédio custa cerca de R$ 10 mil.

Em circulação há mais de 15 anos, o medicamento trastuzumab é usado para o tratamento de um tipo específico de câncer de mama e pode dobrar a sobrevida de pessoas em metástase -- quando a doença já atinge outras áreas do corpo. O Sistema Único de Saúde (SUS), por meio do Ministério da Saúde, passou a abranger este público e irá fornecer a droga num prazo de 180 dias.

A decisão foi publicada pelo Diário Oficial da União no último dia três de agosto. Em 2012, o governo havia liberado o uso para pacientes com o câncer, mas excluía os metastáticos. Hoje, mais de três mil pessoas com câncer de mama inicial e localmente avançado fazem o uso do trastuzumab pelo SUS. Organizações como a Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC) e a Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (FEMAMA) reivindicavam a ampliação para acesso do medicamento a todos os tipos de pacientes.

No mercado, a droga custa cerca de R$ 10 mil a dose. Ela é usada no tratamento do câncer de mama do subtipo HER2+, o mais agressivo e que atinge um quinto das mulheres com tumor no seio. A célula cancerígena expressa o gene que leva o mesmo nome da doença, e o remédio bloqueia a ação desse gene, o que evita a proliferação.

‘’O câncer de mama é o tipo do tumor mais comum entre as mulheres, respondendo por 22% dos casos novos a cada ano, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer – INCA. No Brasil as taxas de mortalidade por câncer de mama continuam elevadas, uma vez que parte dos casos é diagnosticado em estágio avançado’’, frisou em seu pronunciamento a Vereadora.

Na América Latina são registrados 150 mil novos casos de câncer de mama metastático por ano, dos quais 40 mil leva a paciente à morte. De acordo com o Jornal Cientifico THE ONCOLOGIST, o câncer dessa natureza é aquele que se espalha para outros órgãos como pulmão, fígado e ossos por exemplo.

Esse é o primeiro pedido feito no Brasil por uma Vereadora, segundo a União dos Vereadores do Brasil - UVB.

Texto e fotos de Antônio Carlos Alves
Post A Comment
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :

Pedimos aos usuários que logo abaixo da caixa de comentários ao invés de anonimo, coloquem nome/url e coloquem a identificação a fim de comprovar seus cometários, é muito importante que vcs se identifiquem assim suas opiniões serão mais aceitas. Aos que persistirem no anonimato será feita a devida moderação nas palavras e afirmações comentadas.

Não utilizem palavras ou frases que ataquem ou agridam a outrem direta ou indiretamente, o portal C4 Notícias modera os comentários mas não se responsabiliza pelas opiniões deixadas por seus leitores.

att
Equipe C4 Notícias


Prefeitura

[Prefeitura][grids]

Ceará

[Ceará][list]

Nacional

[Nacional][bsummary]

Plantão Policial

[plantão policial][threecolumns]