Canindé

[Canindé][bleft]

Regional

[Regional][twocolumns]

SERTANEJO PARA E REZA POR CHUVA NO SERTÃO DE CANINDÉ.


Moradores deste município resolveram se unir e rezar pedindo chuvas que encham os açudes.

Os fiéis foram rezar por chuvas no leito do açude São Matheus, que abastecia o Município até ficar completamente seco, devido à estiagem prolongada, que já duras cinco anos.

A fé move montanhas, une pessoas e, dependendo da intensidade, pode até fazer chover. Pensando e rezando, que moradores católicos de vários bairros de Canindé, na região urbana da cidade, e recriam a velha tradição e rogam aos céus pedindo água para acabar com a seca dos rios, recuperar o volume dos reservatórios e garantir o abastecimento da cidade, em um terço com a participação de moradores do bairro em solo rachado do reservatório outrora responsável pelo abastecimento da cidade.

‘’Minha avó sempre fazia isso e me ensinou, na época da estiagem, a rezar para pedir chuvas. Sempre deu certo’’, disse Maria do Socorro, agente comunitária que participou do terço na tarde de ontem.

Flávia Soares é moradora do Conjunto Habitacional Milton Monteiro, mas é natural do distrito de Bonito, a 20 quilômetros do Centro de Canindé, também foi ao açude São Matheus pedir ajuda ao divino. Ela rezou baixinho durante todo culto, que foi realizado bem ao lado da parede do reservatório.

Ao mesmo tempo, integrantes do Terço, usavam rosários e imagens de São Francisco nas mãos, para pedir a Deus a bênção em forma de chuva.

‘’Em nome do Pai, em nome do Filho, em nome do Espírito Santo, estamos aqui para louvar e agradecer?", cantou um dos coordenadores do terço, o aposentado Francisco Assis Santos, de 71 anos. ‘’Esta é uma tradição antiga do Nordeste. Estamos preocupados com a falta de água e, então, estamos rezando sempre que podemos", disse ele, ao lado de Maria Machado, de 67 anos.

Poucos minutos antes de começar o ritual, Sérgio Mariano se lembrou da seca na nascente do Rio Canindé. ‘’É um rio tão importante. Queira Deus que nada aconteça de mal e que as águas venham logo’’.

O açude São Matheus foi concluído em 1957 e secou pela primeira vez no dia 22 de novembro de 1997. Foi preciso muita reza para que ele voltasse a sangrar. Na tentativa de amenizar a angústia da escassez de água, os sertanejos oraram pela chuva.


‘’Clamamos nesse momento pela ajuda de Deus e protestamos pela ajuda do Governo. É um cenário devastador de miséria’’. O São Matheus está seco e o que restou foi o solo ressecado, o agricultor Sebastião Silva dos Santos que antes ia ao reservatório pescar, agora é só lamentação.

O olhar de triste de dona Edileida Pinto Maciel, de 52 anos, denunciava o que ela nunca tinha visto na sua vida: o açude São Matheus agonizando. “É um sentimento de muita tristeza”. Estou aqui para rezar e pedir muito a Deus e São Francisco que as chuvas cheguem logo para acabar com tudo isso’’', falou.

Essa é a quarta vez que os fiéis recorrem às rezas. A primeira foi no dia 22 de novembro de março de 1997, quando o reservatório secou totalmente. A segunda no dia 13 de maio de 2013, no dia 13. A terceira, no dia 10 de novembro de 2014 e ontem dia 09 de fevereiro de 2017.

A tradição de rogar aos céus por chuvas foi seguida na tarde do dia (9) em Canindé. Com moradores da região urbana do município, foi rezada uma oração para pedir chuva. Essa prática foi realizada pela primeira vez pelo Papa Paulo VI. “Ele fez essa oração em um período de muita estiagem na Europa, em que também faltava água’’, contou Antônia Maria Carlos Rodrigues, idealizadora do movimento religioso, que terá como data base todas as quintas-feiras às 15 horas no entorno do reservatório.


A aposentada Maria Rosendo de Andrade, 77 anos é uma das canindeenses que sobrevivem ao colapso no abastecimento de água no município. O problema de água para o consumo humano é uma realidade na cidade. “Essa situação já acontece com frequência desde outubro”. A gente tem de esperar, porque o açude São Matheus não tem mais água’’, afirmou a dona de casa.

Segundo os moradores, eles decidiram apelar para ajuda divina para pedir a volta das chuvas no sertão porque no ano passado deu certo. “Nós começamos em fevereiro de 2013 e as chuvas chegaram, mesmo em pequena proporção, mas ajudou as famílias da sede’’, disse a professora Maria Tereza dos Santos, de 43 anos”.

Cada devoto levou um terço, uma imagem e muita fé para que as orações fossem transformadas em precipitações que encham os açudes e acabem com a miséria no sertão. “A estiagem prolongada está dizimando o rebanho bovino no sertão de Canindé”. Os animais perdem a resistência e estão morrendo de sede e fome. Maior parte dos reservatórios secou. O pasto desapareceu. Rezamos também pelos açudes Sousa, Escuridão, General Sampaio e todos os açudes do mundo. Nossa intenção é que todos peguem água e acabem com o sofrimento de nosso povo’’, lembrou Antônia Maria.

No fim do terço, todos foram unânimes em afirmar: “toda oração é bem vinda, principalmente nessa ocasião que estamos sofrendo tanto com a seca”. E os nossos santos são os nossos intercessores. O nosso Deus é misericordioso e ele vai nos atender’’, afirmou a estudante Angelina Santos elogiando a iniciativa.

O novo encontro estar marcado para as 14h e 30 minutos da próxima quinta-feira na Igreja de Nossa Senhora das Dores. ‘’Vamos aumentar o número de pessoas, de agricultores. Iremos ver esse milagre acontecer. Que todos clamem essa misericórdia de Jesus’’, finalizou Antônia.




Fotos e texto de Antônio Carlos Alves
Post A Comment
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :

Pedimos aos usuários que logo abaixo da caixa de comentários ao invés de anonimo, coloquem nome/url e coloquem a identificação a fim de comprovar seus cometários, é muito importante que vcs se identifiquem assim suas opiniões serão mais aceitas. Aos que persistirem no anonimato será feita a devida moderação nas palavras e afirmações comentadas.

Não utilizem palavras ou frases que ataquem ou agridam a outrem direta ou indiretamente, o portal C4 Notícias modera os comentários mas não se responsabiliza pelas opiniões deixadas por seus leitores.

att
Equipe C4 Notícias


Prefeitura

[Prefeitura][grids]

Ceará

[Ceará][list]

Nacional

[Nacional][bsummary]

Plantão Policial

[plantão policial][threecolumns]