Canindé

[Canindé][bleft]

Regional

[Regional][twocolumns]

PROFISSÃO: AGRICULTOR DE ÁREA DE ASSENTAMENTO: SOBREVIVÊNCIA: CATAR LATAS NO SERTÃO.


Cerca de 600 mil brasileiros coletam 90% do material reciclável recuperado. Nas mãos deles estão o sucesso e o futuro da reciclagem.

O catador de material reciclável é um trabalhador urbano que recolhe os resíduos sólidos recicláveis, tais como papelão, alumínio, vidro e outros.

No Brasil, segundo os dados da Pesquisa Nacional de Saneamento Básico – PNSB do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, de 2015, dos 5.507 municípios, cerca de 50% possuem lixões, onde os resíduos são dispostos a céu aberto muitas vezes às margens de córregos, sem qualquer tipo de tratamento, poluindo o solo, a água e o ar, com muitos riscos à saúde da população.

Além da poluição ambiental, constata-se também, nesses locais, um grave problema de degradação social, pela presença de catadores nos lixões, adultos e crianças que sobrevivem da separação e comercialização dos materiais recicláveis presentes no lixo urbano. Essas pessoas trabalham em condições extremamente precárias, sujeitas a todo tipo de contaminação e doenças, sendo que muitas vezes retiram do lixo o seu alimento. Além disso, a qualidade do material coletado nessas condições é pior, o que é demonstrado pelos baixíssimos preços praticados nesse mercado. Os catadores vivem ainda à margem de todos os direitos sociais e trabalhistas, excluídos da maior parte da riqueza que o mercado de reciclagem movimenta e produz. Crianças e adolescentes, que deveriam estar na escola, veem-se obrigados a trabalhar para garantir a própria sobrevivência.

Os catadores também atuam nas ruas da grande maioria dos municípios brasileiros. O número de catadores varia de cidade para cidade e, embora não haja uma avaliação precisa, existe uma tendência evidente de crescimento dessa atividade nas cidades, agravada pelo desemprego crescente no País.



Um desses exemplos, estar no Município de Canindé, cidade que produz lixo de todas as diversidades. A Reportagem do C4 Notícias do POVO ON LINE, encontrou no Assentamento Fé na Luta, (fé e luta somente de seu Jaime, que, para não ver os filhos passarem necessidades, coloca o pé na estrada em busca de algo que vendido é transformado em alimento). Residente no Distrito de Caiçara, o agricultor ‘’JAIME DAS LATAS’’, nome fictício. Ele conta que faz esse tipo de serviço por necessidade. Nesse período de seca, não existe serviço e por ser analfabeto as coisas pioram: catar resíduos recicláveis do lixo para revender, foi a saída. “É a única coisa que sei fazer, afora o trabalho braçal”, diz ele, sem esconder que preconceito e falta de educação sempre foram dificuldades a enfrentar.

‘’Muita gente não gosta de catador. Acha feio ou perigoso, sem pensar que é um trabalhador como qualquer outro. Tenho uma rotina puxada para dar conta do tanto de lixo que essa gente joga fora", conta Jaime que trabalha dia e noite. Sua primeira garimpagem começa às 5h30 e, em dias mais carregados, prossegue até a hora da madrugada, quando faz a última coleta em restaurantes e bares de onde mora. Ele calcula que percorre 20 quilômetros por dia.

Quanto ao lucro é muito pouco, mas dar para comprar alguma coisa que acalme o estômago faminto dos meninos.

Morador de uma área de assentados ele diz que não vem nada de futuro para sua sobrevivência. Só muita reunião e mais nada’’, critica.

Aguarda com ansiedade o inverno de 2017. ‘’Se vier chuva este ano, vou aposentar as latas e rebatizar minha enxada para regar a terra e começar a produzir o alimento de cada dia para meus filhos’’, promete.

Para ele, o inverno é o Presidente da República, o Governador, o Senador, o Deputado Federal, o Deputado Estadual, o Prefeito, o Vereador, enfim é a salvação da lavoura, ou melhor, quem mata a sede e a fome do sertanejo.



Foto e texto de Antônio Carlos Alves
Post A Comment
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :

Pedimos aos usuários que logo abaixo da caixa de comentários ao invés de anonimo, coloquem nome/url e coloquem a identificação a fim de comprovar seus cometários, é muito importante que vcs se identifiquem assim suas opiniões serão mais aceitas. Aos que persistirem no anonimato será feita a devida moderação nas palavras e afirmações comentadas.

Não utilizem palavras ou frases que ataquem ou agridam a outrem direta ou indiretamente, o portal C4 Notícias modera os comentários mas não se responsabiliza pelas opiniões deixadas por seus leitores.

att
Equipe C4 Notícias


Prefeitura

[Prefeitura][grids]

Ceará

[Ceará][list]

Nacional

[Nacional][bsummary]

Plantão Policial

[plantão policial][threecolumns]