Canindé

[Canindé][bleft]

Regional

[Regional][twocolumns]

EXCLUSIVO: PAI E FILHO PRODUZEM MEL DE JANDAÍRA EM PLENA SECA


Mesmo com a seca que assola municípios do interior, criadores de abelha encontram saída para sustentar família.

A busca da harmonia entre as atividades econômicas e a preservação dos recursos naturais demanda ações bastante abrangentes, exigindo uma ampla ação cooperativa multidisciplinar. Isso mostra o quanto o homem sertanejo encontra saídas para o convívio com a seca. Mesmo em situações adversas, agricultores deixaram para trás a enxada e as sementes e deram início a outro meio de vida.

Pai e filho estão dando exemplos de criatividade no Município de Itatira.

A criação de abelhas sem ferrão. A terceira colheita de mel de Jandaíra na localidade de Arisco - São José, a cinco quilômetros da sede de Município, é como um “trabalho de parto". Até o pote ficar cheio, zelo extremo com a higiene e cria. Os criadores chegam a ouvir e conversar com as abelhas. A produção de mel, além dos benefícios para a saúde e ao meio ambiente, está transformando a vida de agricultores familiares da região serrana. Francisco Sousa Loiola, de 66 anos, e Milton Carlos Cabral Loiola, de 42 anos, estão entre os maiores criadores de abelhas nativas, abelhas sem ferrão ou indígenas do Estado do Ceará.


Numa área protegida por alpendres cobertos com telhas, estão instaladas 102 colmeias de Jandaíra, três de Cupira e uma de Tuíba, abelhas que vivem em regiões protegidas dos ataques do homem e da degradação ambiental, A REPORTAGEM DO C4 NOTICIAS DO POVO ON LINE foi conhecer o projeto que protege a fauna e flora. A preservação dos criadores de Arisco, é que os cortiços são feitos de troncos de árvores perdidos no meio da caatinga e reaproveitados para moradas das abelhas nativas. "São pedaços de madeira tirados do meio ambiente e transformados em espaços para abrigar as Jandaíras", frisa Milton Carlos.

Segundo Francisco Sousa, quando o inverno é bom dá para se colher entre um e dois litros de mel de Jandaíra por ano. "Com essa seca, uma das maiores da história do Nordeste, iremos produzir em torno de um litro e meio por cada colmeia. É um negócio rentável. Cada litro custa hoje R$ 100,00", explica. A previsão é de produção de 100 litros de mel.


O filho, Milton Carlos, diz que a criação das abelhas nativas mudou o seu conceito em relação ao meio ambiente. "Antes eu não tinha muito interesse por esse negócio de preservar a natureza. Hoje vejo outra realidade e o que é mais importante, consigo repassar para meus amigos a importância desse processo para a preservação das espécies", frisa.



Além da Jandaíra, Milton Carlos cria três colmeias de Cupira, que produz dois litros de mel por ano a preço de R$ 25,00 e uma Tuíba, que garante um litro e meio ano do produto que custa R$ 30,00. "Toda a nossa produção já está encomendada para a Capital cearense. Vendemos para empresários da região do Centro de Abastecimento da Ceasa", diz.

Outro que cria Jandaíra é João Batista dos Santos, de 52 anos, conhecido em Itatira por Sidoca e que mora há 819 metros acima do nível do mar. Há seis anos entrou no ramo e já conta com dez colmeias, chamado também de cortiços. "É um negócio em expansão e multiplicação. De um enxame estou fazendo dois". De acordo com o produtor, quando a flora é boa à produção chega de 1 a 2 litros - ano. "Nossa região é rica em marmeleiro, retirina, flor do feijão, cabeça branco, arapiraca, grinalda, entre outros, as plantas que auxiliam na fabricação do mel". “O produto é muito apreciado na Capital, por ser um mel diferenciado e medicinal”, diz. Para Sidoca, criar abelhas é mais rentável do que criar galinhas, os custos são mínimos e não exige muito cuidados, porque a Jandaíra é nativa do campo e ajuda a preservar o meio ambiente.

A extinção dessas espécies causaria um problema ecológico, uma vez que são responsáveis, dependendo do bioma, pela polinização de 80 a 90% das plantas nativas no Brasil.

FOTOS E TEXTO DE ANTONIO CARLOS ALVES

Amanhã você vai conhecer um Projeto de preservação das abelhas em ITATIRA.
Post A Comment
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :

Pedimos aos usuários que logo abaixo da caixa de comentários ao invés de anonimo, coloquem nome/url e coloquem a identificação a fim de comprovar seus cometários, é muito importante que vcs se identifiquem assim suas opiniões serão mais aceitas. Aos que persistirem no anonimato será feita a devida moderação nas palavras e afirmações comentadas.

Não utilizem palavras ou frases que ataquem ou agridam a outrem direta ou indiretamente, o portal C4 Notícias modera os comentários mas não se responsabiliza pelas opiniões deixadas por seus leitores.

att
Equipe C4 Notícias


Prefeitura

[Prefeitura][grids]

Ceará

[Ceará][list]

Nacional

[Nacional][bsummary]

Plantão Policial

[plantão policial][threecolumns]