Últimas Notícias

AVE CONSIDERADA EM EXTINÇÃO VOLTA A SER VISTA NO HABITAT NATURAL.


Uma ave considerada em extinção voltou a ser vista no seu habitat natural. A rolinha-do-planalto Columbina CYANOPIS, uma das aves mais raras do planeta, era considerada criticamente em perigo e possivelmente extinta na natureza desde 1941. Mas a ave foi novamente avistada por pesquisadores brasileiros numa região do Cerrado do interior de Minas Gerais. Pequena, possui belos olhos azuis, plumagem mesclada em tons de laranja, marrom e cinza, diferenciada pelos pequenos salpicos de azul escuro nas asas.

Identificada também pelos nomes de rolinha-brasileira ou pombinha-de-olho-azul, essa ave, exclusiva do Brasil, era conhecida somente pelos exemplares coletados no século passado, empalhados e expostos em museus, e por relatos descritivos sem comprovação. Vista pela primeira vez em 1823, até então nada se sabia sobre seu comportamento, nem acerca da beleza do seu canto.

Alvoroço

Há duas semanas, sua redescoberta na natureza foi noticiada pelo ornitólogo da Sociedade para Conservação das Aves do Brasil (SAVE BRASIL), Rafael Bessa, o primeiro pesquisador a avistar, fotografar e gravar o canto da ave em junho do ano passado, em expedição pelo Cerrado mineiro. Desde então, ele e outros ornitólogos voltaram várias vezes à região e confirmaram a presença do animal. Foram identificadas 12 dessas rolinhas de olhos azuis.


Rafael Bessa conta que estava fazendo um levantamento ornitológico (de pássaros) numa determinada área e buscou um atalho para economizar tempo, porque já estava escurecendo. “Foi quando me deparei com um local de beleza cênica diferente. Parei para tirar fotos e ouviu um canto que não conhecia”. Voltou no dia seguinte e conseguiu grava o canto do bicho. “Quando reproduzi o som daquela voz, a ave se aproximou e pude ver que era um bicho fantasma, desaparecido”, relata.

Essa redescoberta é considerada um fato da maior importância, garante o secretário-substituto da Secretaria de Biodiversidade e Florestas (SBF) do Ministério do Meio Ambiente (MMA), Ugo Vercílio. “Primeiro, quero parabenizar os pesquisadores por reencontrarem a espécie, mas, de posse dessa informação nova, vamos traçar, urgentemente, medidas para evitar que ela desapareça de verdade da natureza”, enfatiza Vercílio.

Situação crítica

Diante da novidade surpreendente, o secretário-substituto da SFB/MMA avalia que, em função da enorme diversidade do Brasil, do alto grau de endemismo (aquilo que se desenvolve numa região) e da dimensão do País, “não é raro que espécies consideradas extintas sejam redescobertas, a exemplo do que ocorreu com o mico-leão-preto (Leontopithecus chrysopygus), o rato-do-mato-laranja (Rhagomys rufescens) e o tatu-bola (Tolypeutes tricinctus), entre outros, o que denota a necessidade permanente de pesquisa e geração de dados sobre a biodiversidade brasileira”.

AGULHA NO PALHEIRO 

O último exemplar da rolinha-do-planalto foi coletado numa fazendo próxima a Rio Verde, Goiás, entre 1940 e 1941. Depois, houve relatos de observação nas décadas de 1980, em Mato Grosso, e 1990, em Mato Grosso do Sul.

A rolinha-do-planalto, agora classificada na categoria criticamente em perigo, está contemplada no Plano de Ação Nacional para Conservação das Aves do Cerrado e Pantanal, que prevê a realização de expedições de busca para encontrar a espécie.

Foto: Rafael Bessa
Fonte: Ministério do Meio Ambiente

Nenhum comentário

Pedimos aos usuários que logo abaixo da caixa de comentários ao invés de anonimo, coloquem nome/url e coloquem a identificação a fim de comprovar seus cometários, é muito importante que vcs se identifiquem assim suas opiniões serão mais aceitas. Aos que persistirem no anonimato será feita a devida moderação nas palavras e afirmações comentadas.

Não utilizem palavras ou frases que ataquem ou agridam a outrem direta ou indiretamente, o portal C4 Notícias modera os comentários mas não se responsabiliza pelas opiniões deixadas por seus leitores.

att
Equipe C4 Notícias