Últimas Notícias

PROJETO HORTA NA ESCOLA INCENTIVA EDUCAÇÃO AMBIENTAL.


Alunos da Escola Santa Rita aprendem na prática o cultivo de alimentos saudáveis. As atividades têm ajudado no aprendizado dos estudantes e na mudança de hábitos alimentares.

Colocar a mão na terra, manusear sementes e mudas de hortaliças, aprender sobre o processo de germinação e desenvolver valores relacionados às questões ambientais se tornaram rotina para os alunos da Escola Municipal no Assentamento Transval, que fica a 14 quilômetros da sede de Canindé.

Além de conciliar teoria e prática, os produtos cultivados sem agrotóxicos com a ajuda dos alunos enriquecem a merenda escolar.

O projeto Hortas na Escola, idealizado pela professora Ana Lúcia Barroso Costa, começou a ser implantado na escola pública de Canindé no inicio do mês de março e já apresenta bons resultados. As atividades envolvem toda a comunidade escolar e, além dos benefícios alimentares, têm sido uma forma de aprendizado saudável e criativa.

A Escola Municipal Santa Rita foi a primeira a ter o projeto implantado e já colhe os resultados. A professora explicou que a ideia do projeto surgiu quando ela fazia seu planejamento escolar sobre alimentação saudável. Ela disse que apresentou a proposta à Coordenadora da escola, que apoiou a iniciativa.

Ana Lúcia ficou responsável pela implantação da horta e pelo acompanhamento das atividades. “A proposta está sendo bem aceita pelos alunos”. A professora destacou que a educação ambiental está sendo bem aceita pelos alunos. “Na horta, elas aprendem o cultivo de alimentos, que elas mesmas plantam, colhem e consomem, participando ativamente do processo educativo”, ressaltou.

O projeto envolve 23 alunos nos dois turnos da escola. A professora Andrea Martins, que leciona no 3º ano, disse que, desde que ele foi implantado, percebeu uma mudança nos alunos tanto no aprendizado como nos hábitos. “Passamos a teoria na sala de aula e depois os alunos podem vivenciar na prática. Isso tem feito com que o rendimento deles melhore. Eles também estão aprendendo a preservar a natureza e a se alimentar melhor”, falou.
Além de verduras, os alunos aprendem sobre o uso de plantas medicinais para a cura de algumas enfermidades. A atividade também incentiva a reciclagem, já que reaproveita monitores de computador velhos e recipientes de garrafas pets fora do prazo de validade. O material é usado como vasos ou para proteger as mudas.

A área onde fica a horta tem cerca de 20 m². "Antes, o espaço, que fica nos fundos da escola, era tomado por mato e lixo. Essa área vivia com insetos e a horta fez com que o espaço fosse limpo”, salientou.



Alunos se tornam multiplicadores
Através das atividades na horta, os alunos se tornaram multiplicadores na comunidade onde moram. “Eles levam para casa o que aprendem e as famílias interagem neste processo de mudança de comportamento com meio ambiente. Também convidamos os parentes e a própria comunidade para acompanhar os trabalhos na horta”, expôs a professora.

Texto e fotos de Antônio Carlos Alves

Nenhum comentário

Pedimos aos usuários que logo abaixo da caixa de comentários ao invés de anonimo, coloquem nome/url e coloquem a identificação a fim de comprovar seus cometários, é muito importante que vcs se identifiquem assim suas opiniões serão mais aceitas. Aos que persistirem no anonimato será feita a devida moderação nas palavras e afirmações comentadas.

Não utilizem palavras ou frases que ataquem ou agridam a outrem direta ou indiretamente, o portal C4 Notícias modera os comentários mas não se responsabiliza pelas opiniões deixadas por seus leitores.

att
Equipe C4 Notícias