Últimas Notícias

GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ INICIA DISTRIBUIÇÃO DE SEMENTES E MUDAS.


Começou na última segunda feira (11) a distribuição de sementes do programa Hora de Plantar nas regiões do Cariri, Centro-sul, Inhamuns e Baturité. O projeto tem como meta atender 132.600 agricultores em 182 municípios cearenses.

Nesta edição serão distribuídas 3.112,83 toneladas de sementes, destacando-se o milho híbrido, milho variedade, sorgo forrageiro, mamona, feijão caupi, feijão phaseolus e gergelim. Serão ofertadas também 400 mil mudas de cajueiro anão precoce, 234 mil mudas de essências florestais nativas e exóticas, 6.245 m³ de manivas e oito milhões de raquetes de palma forrageira. Em virtude da seca ocorrida em 2015, o Governo do Estado baixou portaria isentando os beneficiários do Projeto do pagamento das sementes e mudas recebidas nesta edição.

Os Armazéns regionais são localizados em Fortaleza, Morada Nova, Tianguá, Marco, Campos Sales, Barbalha, Milagres, Iguatu, Quixeramobim, Crateús e Tauá. Dos armazéns Regionais as sementes serão apanhadas pela EMATERCE para os municípios e a partir daí serão distribuídas para os (as) agricultores (as) familiares. No caso das mudas de Cajueiro Anão Precoce, Essências Florestais, Palma Forrageira e Manivas, os fornecedores entregarão diretamente aos municípios, em até três localidades definidas pela Ematerce.

Hora de Plantar

O Hora de Plantar, atuante desde o início de 2007, atendeu em média 138 mil agricultores familiares por ano, distribuindo 31 mil toneladas de sementes de milho, mamona e feijão. Desde o inicio de suas atividades, foram investidos R$ 118 milhões, somente com recursos do Tesouro do Estado. O projeto tem contribuído ao longo de 29 anos com incrementos significativos da produtividade agrícola e do aumento de suas rendas e garantia de segurança alimentar de inúmeros cearenses, através da distribuição de sementes. Além das sementes, distribui também mudas de cajueiro, mudas de macaúba, manivas de mandioca, raquetes de palma forrageira e essências florestais nativas e exóticas, em consonância com o Programa ABC - Agricultura de Baixo Carbono.



Fotos de Antônio Carlos Alves





Com Informações da Assessoria de Comunicação da Secretaria de Desenvolvimento Agrário.

Nenhum comentário

Pedimos aos usuários que logo abaixo da caixa de comentários ao invés de anonimo, coloquem nome/url e coloquem a identificação a fim de comprovar seus cometários, é muito importante que vcs se identifiquem assim suas opiniões serão mais aceitas. Aos que persistirem no anonimato será feita a devida moderação nas palavras e afirmações comentadas.

Não utilizem palavras ou frases que ataquem ou agridam a outrem direta ou indiretamente, o portal C4 Notícias modera os comentários mas não se responsabiliza pelas opiniões deixadas por seus leitores.

att
Equipe C4 Notícias