Últimas Notícias

Controladoria Geral do Município de Canindé deve ser criada...


A repercussão negativa gerada na população de Canindé pela divulgação da Mensagem nº 016/2015, de 07 de agosto de 2015, enviada à Câmara Municipal e retirada pelo próprio Poder Executivo versava sobre a criação de Sistema de Controle Interno do Município onde sua gestão exige a criação do cargo de nível superior para controlador geral, três cargos de nível médio para controlador executivo, e três cargos para assistente de controladoria.

A polêmica se deu em face da desconfiança do cidadão no velho costume dos gestores públicos em criar cargos para apadrinhamento de apoiadores políticos de tal modo que se desconstituiu a mais absoluta importância do significado da criação de uma ferramenta onde o “cidadão passa a ser o vigilante direto do que é seu”, independentemente da função fiscalizadora da Câmara Municipal. A iniciativa de municipalizar o Sistema de Controle dos Gastos da Administração Pública estaria a formar compasso com os Órgãos de Controle Interno como a Controladoria Geral da União CGU (Governo Federal) e a Controladoria Geral do Estado. É preciso ampliar a participação do cidadão na gestão da Administração Pública do Município de Canindé para que as "decisões sejam tomadas de baixo para cima" de modo a interferir nos processos políticos de decisão onde se verifica o uso indevido da estrutura pública para fins particulares mediante favorecimento pessoal ou de grupos apadrinhados pelos gestores de plantão.

A criação de Sistema de Controle dos Gastos da Administração Pública Municipal possibilita ao cidadão o acesso total, online e em tempo real a publicidade completa de todos os gastos públicos e enumera detalhadamente todas as formas de ações desenvolvidas pela gestão administrativa do Município desde o mais simples empenho para compra de material de expediente até chegar aos mais elevados valores onde figuram contratações milionárias dos processos licitatórios. Informações sobre o número de funcionários, que cargos comissionados e funções confiança que ocupam e quanto recebem de remuneração, parentesco, entre outros dados e informações de interesse geral da cidadania.

A Lei de Acesso à Informação Tecnologias e mídias Eletrônicas e a Lei de Responsabilidade Fiscal se constituem nas ferramentas da Transparência e tem como objetivo facilitar o acesso amplo ao cidadão as mais variadas informações sobre os gastos da Administração Pública a um custo zero através da Internet, onde o cidadão tem o direito ao registro de reclamações, solicitações, denúncias e pedido de providências com a total garantia do sigilo da informação, se constituindo a proteção da sua pessoa numa responsabilidade completamente assegurada por determinação legal.

A criação dos novos cargos deve ser precedida de uma reavaliação da Estrutura Administrativa do Quadro de Cargos de Provimento em Comissão e Funções de Confiança uma vez que a Organização da Administração do Município de Canindé precisa e deve ser imediatamente esboçada para a população no sentido de dar publicidade de tudo o que funciona bem a começar pelos cargos de provimento em comissão e funções de confiança. É preciso mostrar o tamanho do gasto que se tem com o que não funciona e com aquilo que não é necessário ser mantido na estrutura da Administração Pública do Município de Canindé. Cada secretaria, órgão, departamento, cargo e comissão precisam ser averiguados para saber se estão realmente sendo necessários sob pena de extinção posto que representam um custo pesado no Orçamento Público que é custeado pelo bolso dos contribuintes.

A Ouvidoria Municipal, por exemplo, que tem a atribuição institucional de ouvir o cidadão canindeense sobre todas as reclamações da prestação dos serviços municipais seria a primeira da fila na obrigação de demonstrar e provar como vem funcionando e quais pedidos de providências encaminhados foram resolvidos pela secretarias e órgãos do Município de Canindé desde a sua criação. É indispensável justificar os custos que a sua manutenção representa para o cidadão contribuinte. A justificativa para se implantar a Controladoria Geral no Município de Canindé é disponibilizar meios para que o cidadão exerça a sua Participação Direta no acompanhamento da gestão dos recursos públicos mediante o acesso direto às ferramentas institucionais de Controle dos Gastos da Administração Pública.

Portanto, necessário se faz reenviar uma nova mensagem à Câmara Municipal nos termos da Mensagem nº 016/2015, de 07 de agosto de 2015, retirada pelo Poder Executivo, sendo imprescindível para sua aprovação a convocação de uma Audiência Pública para tratar da sua importância e da necessidade de ser realizada uma REFORMA ADMINISTRATIVA para aferir o desempenho de cada um dos cargos e das funções de confiança na Administração Pública de Canindé. Isso se faz necessário para equilibrar o Orçamento Público Municipal ainda que seja inevitável a extinção ou fusão de secretarias e órgãos remanejando e colocando à disposição funcionários de modo a garantir a boa gestão dos serviços públicos e proteger o bolso do cidadão contribuinte.




Colunas C4
André Noronha Brasil
Acadêmico de Administração Pública
Universidade Federal do Ceará UFC

Nenhum comentário

Pedimos aos usuários que logo abaixo da caixa de comentários ao invés de anonimo, coloquem nome/url e coloquem a identificação a fim de comprovar seus cometários, é muito importante que vcs se identifiquem assim suas opiniões serão mais aceitas. Aos que persistirem no anonimato será feita a devida moderação nas palavras e afirmações comentadas.

Não utilizem palavras ou frases que ataquem ou agridam a outrem direta ou indiretamente, o portal C4 Notícias modera os comentários mas não se responsabiliza pelas opiniões deixadas por seus leitores.

att
Equipe C4 Notícias