Canindé

[Canindé][bleft]

Regional

[Regional][twocolumns]

“8 meses de farra”: Câmara de Canindé “rasgou” R$ 340 mil em assessoria, aluguel e combustível


Os dados são da última atualização em 29/08/2015, enviados pelo Município através do Sistema de Informações Municipais - SIM.
Crise só para a população de Canindé, no Sertão Central cearense, que tem que assistir o maior espetáculo da vergonhosa política, entre duas facções partidárias que lutam em prol da “vaquinha”[prefeitura] que alimentam muitos políticos naquele município. A crise passou longe principalmente para os vereadores de Canindé, para comprovar bastar acessar o portal da transferência e engolir as farras com o dinheiro do povo.
De acordo com o blog Canindé Urgente e comprovado pela redação do portal Revista Central, através do site da transparência do Tribunal de Contas dos Municípios, a egrégia Câmara Municipal de Canindé já “jogou no lixo” a bagatela de R$ 340.349,13 (trezentos e quarenta mil trezentos e quarenta e nove reais e treze centavos), apenas em serviços de assessoria, aluguel de veículos e combustível.
Alguns vereadores ainda estão elogiando a forma de administração do presidente Valdemar Filho, isso porque, todos estão comendo na mesma “panelinha gorda”, com cifras abarrotadas de garoupas, onças pintada, micos-leão-dourado, araras, garças. De acordo com o TCM, esse valor corresponde apenas 8 meses tudo isso já foi gastos. 
Segundo o portal da transparência do TCM/Ceará, foram feitos pagamentos para uma assessoria e contabilidade, no valor de R$ 48.600,00, não satisfeito, outra assessoria contábil arrematou mais R$ 47.300,00. Um único advogado teve a proeza de receber R$ 45.500,00, mas como em Canindé se gasta dinheiro público a todo modo, outro advogado recebeu da Câmara o valor de R$ 33.600,00.
Valdemar Filho ainda pagou o absurdo de R$ 26.400,00 reais para uma empresa de tecnologia em serviços e consultoria. A farra continua quando a última empresa recebeu R$ 26.400,00, para prestação de serviços de variedades.
Andar de carro alugado e pago pelo povo é também uma alternativa encontrada pelo presidente Valdemar Filho, uma vez, que já pagou R$ 68.400,00 a uma empresa de aluguel.
E, se, tem carro pago pelo povo sofrido e sertanejo tem que ter combustível. Em oito meses um posto recebeu cheques totalizado o razoável valor de R$ 70.549,13, assinado pelo presidente e quitado pela população.
Todos os valores chegam a R$ 340.349,13 (trezentos e quarenta mil trezentos e quarenta e nove reais e treze centavos), se duvidar ainda vai ter vereador falando que esse valor é normal e aceitável pelo eleitor.
Os dados são da última atualização em 29/08/2015, enviados pelo Município através do Sistema de Informações Municipais - SIM.
Observando esses números, parece que em Canindé, todos os cidadãos são de classe média alta e que o município não está vivendo uma crise hídrica, mas acima de tudo, uma crise de envergonhar o cidadão honesto e trabalhador que vive a sustar esses parasitas, eleitos para mudar a realidade, todavia, no campo pratico, tem mudado o perfil socioeconômico de suas famílias.

Com informações de Revista Central.
Post A Comment
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :

Pedimos aos usuários que logo abaixo da caixa de comentários ao invés de anonimo, coloquem nome/url e coloquem a identificação a fim de comprovar seus cometários, é muito importante que vcs se identifiquem assim suas opiniões serão mais aceitas. Aos que persistirem no anonimato será feita a devida moderação nas palavras e afirmações comentadas.

Não utilizem palavras ou frases que ataquem ou agridam a outrem direta ou indiretamente, o portal C4 Notícias modera os comentários mas não se responsabiliza pelas opiniões deixadas por seus leitores.

att
Equipe C4 Notícias


Prefeitura

[Prefeitura][grids]

Ceará

[Ceará][list]

Nacional

[Nacional][bsummary]

Plantão Policial

[plantão policial][threecolumns]