Header Ads Widget

Responsive Advertisement

Projeto que reduz contribuição de iluminação pública não é votado por falta de quórum


Na sessão da Câmara Municipal de Canindé da última sexta-feira (28 de agosto), não compareceram (oito) dos quinze vereadores, o que impossibilitou a votação de projetos importantes como o projeto de lei de autoria do Executivo, que reduz em 20% a cobrança da Contribuição de Iluminação Pública (CIP).

Dos 15 vereadores do município, somente (7) sete, compareceram à Sessão Ordinária desta sexta-feira, para que a votação fosse realizada, seriam necessários no mínimo oito vereadores.

Dois desses vereadores enviaram justificativas pela ausência a reunião são eles: Valdemar Filho (presidente da câmara) e Edson da Pinheiro.

O referido projeto já foi retirado de pauta no último dia 07, por conta de um erro no projeto que ao invés de diminuir a contribuição aumentava em aproximadamente 100% da tarifa. 

Vereadores faltosos:

Valdemar Filho; Édson Cavalcante (Justificaram), Zeleide Araújo, Rômulo Magalhães, Maninho Barroso, Alexandre Anastácio, Francisco Alan e Chico Conde.





Postar um comentário

0 Comentários