Canindé

[Canindé][bleft]

Regional

[Regional][twocolumns]

EXCLUSIVO: A ÁGUA QUE VEM DA TERRA: MATA A SEDE E GERA CIDADANIA.


MORADORES DE CARIDADE GANHARAM PROJETO QUE EVITA DOENÇAS ENDÊMICAS.

Um programa pioneiro desenvolvido no Município de Caridade, um dos mais castigados pela maior seca da história a 100 quilômetros de Fortaleza, mata a sede e gera cidadania. É o ‘’Garrafão Saúde’’. De acordo o Secretário da Agricultura, Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Ary Botelho, atualmente o programa atende a 1.323 famílias, distribuindo 4.808 garrafões de 20 litros por semana, o equivalente a 19.332 durante o mês.


São 31 comunidades da zona rural que recebem por mês 384 mil litros de água potável para saciar a sede causada pela falta de chuvas no Semiárido Nordestino.

A metodologia do programa funciona da seguinte forma: Em uma casa de uma a duas pessoas, três garrafões. De 3 a 4 moradores, quatro garrafões. Acima de cinco pessoas, cinco garrafões.

Ary Botelho explicou que depois que a Comunidade de São Domingos ficou sem água para beber, a Prefeita Simone Tavares lançou o projeto nas localidades de São Domingos e Nambi, os primeiros a serem beneficiados.

Hoje São Domingos recebe 1.162 garrafões por semana atendendo a 372 famílias. Em Nambí são 106 pessoas que recebem 338 garrafões.

A Reportagem do C4 NOTÍCIAS, viajou Sertão adentro para conhecer a realidade das pessoas que recebem o benefício do ‘’Garrafão Saúde’’.

No Assentamento Carneiro a 31 quilômetros da sede, onde 137 famílias são atendidas, encontramos Francisco Olavo Bandeira, Presidente da Associação Comunitária.

‘’Depois que o açude secou, passamos a tirar água das cacimbas no leito do rio. Quem podia comprar, comprava um garrafão vindo da serra a preço de R$ 40,00 mil litros de água. Depois desse sofrimento a água chega de graça, mais ainda não é suficiente’’, explica o líder Comunitário.


‘’É quem garante a salvação do problema. Se não fosse o ‘’Garrafão Saúde’’, nós estaríamos passando muitas dificuldades. Além de matar a sede, o programa se torna social, porque evita doenças como diarreia nas crianças’’, observa seu Olavo.


Eles têm ainda a presença de um carro pipa que vem distribuir 40 cargas por mês com 7.500 litros. As cisternas num total de 58 com 16 mil litros e quatro de 52 mil litros ainda tem um pouco de água das chuvas de 2014.

Maria Almeida Lima da Silva de 70 anos recebe quatro garrafões por semana. ‘’Se eu fosse comprar água, faltava comida na mesa ‘’pro meninos’’. Foi a melhor coisa que chegou aqui’’, comemora.


Dona Benedita dos Santos Gomes de 49 anos têm direito a cinco garrafões em uma casa que moram 10 pessoas. ‘’Não sei o que seria dessa gente, se não fosse esse programa, porque condições de comprar água todo dia eu não tenho’’, confidenciou.

Na Fazenda Garapa I, Valdízia do Nascimento de 48 anos, veio receber a água e levou quatro garrafões. Na comunidade apenas oito famílias tem acesso ao projeto que distribuí 30 garrafões durante a semana.


Antônio Alexandre dos Santos de 80 anos, falou que antes de chegar o benefício ele comprava água. ‘’Para o gasto vem de um poço profundo na Comunidade de Repucho.

Além de chegar para as famílias de baixa renda, o ‘’Garrafão Saúde’’, atende 26 Escolas do Município, que mata a sede de 04 mil alunos.

A Secretária de Educação Amanda Lopes disse ao C4 NOTÍCIAS que são distribuídos dois mil garrafões por mês. ‘’A água vai para um gelágua e depois disponibilizada para as crianças. Vale ressaltar que todas as escolas tem o aparelho.

‘’A Prefeitura disponibilizou um telefone 0800 – 0381225 desde 2013 para que as comunidades reclamem da situação da falta de água, conserto de bombas, pedidos de perfuração de poços e cacimbas, atendimento de água via carro pipa entre outras demandas.

Segundo Magela Araújo, responsável pela perfuração e instalação dos poços, em São Domingos a capacidade do poço com dessalinizador é de 7 mil litros hora e tem estrutura para processar 12 mil litros durante o dia.


“O custo da parceria, entre o Governo do Estado e a Prefeitura que fez a adequação para produção do precioso líquido é de R$ 15 mil reais”, explica Magela da Empresa ‘’MÁXIMA CONSTRUÇÕES’’. A Prefeitura de Caridade aplica todos os dias R$ 1.300,00 com água. Somente no Distrito de São Domingos são distribuídos 350 garrafões.


De acordo com Eveline Almeida e Janaína Queiroz responsáveis pela distribuição no São Domingos, se houver uma necessidade durante a semana, os beneficiados poderão pegar mais água sem problemas.


CONHEÇA CARIDADE

Tem 20.020 habitantes.
Moram na zona rural: 8.497 pessoas.
Na sede do Município: 9.896.
Sua densidade demográfica é de 23,65 por habitantes.
O Índice de Desenvolvimento Humano é 0,618º o 118º no Ceará e o 4.337º no Brasil.
TEXTO E FOTOS: ANTONIO CARLOS ALVES
Post A Comment
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :

Pedimos aos usuários que logo abaixo da caixa de comentários ao invés de anonimo, coloquem nome/url e coloquem a identificação a fim de comprovar seus cometários, é muito importante que vcs se identifiquem assim suas opiniões serão mais aceitas. Aos que persistirem no anonimato será feita a devida moderação nas palavras e afirmações comentadas.

Não utilizem palavras ou frases que ataquem ou agridam a outrem direta ou indiretamente, o portal C4 Notícias modera os comentários mas não se responsabiliza pelas opiniões deixadas por seus leitores.

att
Equipe C4 Notícias


Prefeitura

[Prefeitura][grids]

Ceará

[Ceará][list]

Nacional

[Nacional][bsummary]

Plantão Policial

[plantão policial][threecolumns]