15 junho 2015

Desafio do Prefeito Paulo Justa


A decisão da Câmara Municipal que afastou o Prefeito Celso Crisóstomo PT e empossou o Vice-Prefeito Paulo Justa no exercício da direção superior da Administração Pública Municipal de Canindé deve ser vista e encarada com a mais extrema cautela pelo simples fato de não estar afastada possibilidade, ainda que remota, de haver uma reviravolta na configuração do novo cenário político-administrativo que começa a ser estabelecido com o mais recente provimento de cargos e funções da Prefeitura e suas autarquias. As lições da história política de Canindé recomendam cautela sobre o destino final de tudo aquilo que depende do trânsito em julgado.

O prefeito em exercício Paulo Justa está cumprindo uma atribuição constitucional que é a de substituir o prefeito nos casos em que o cargo fica vago. Ocorre que a substituição do Prefeito pelo Vice-Prefeito, comumente é verificada por afastamentos motivados por interesse oficial do município ou ainda em caso de licença para tratar da saúde. Para o caso concreto, em análise, a situação é completamente diversa da situação em anterior uma vez que a recente substituição no comando administrativo de Canindé foi motivada por impedimento legal do Prefeito, acusado de praticar atos danosos contra o próprio Município, que tinha como prerrogativa administrar, zelar e representar.




O Município de Canindé está no mais raso nível de estagnação administrativa e sua aparência é comparável a uma grande favela, próprio de uma cidade que incha ao invés de se desenvolver. O momento requer a implementação de uma gestão planejada que atenda aos conceitos de uma Administração moderna e participativa onde o fator competência, ética, responsabilidade, honestidade, compromisso e visão de cenários futuros se sobreponham ao costumeiro apetite de torpe ganância de grupos políticos ávidos por cargos e funções públicas.

Que o atual Prefeito de Canindé Paulo Justa saiba usar de sua habilidade política e visão empreendedora empresarial para gerir a Administração do Município de Canindé. Preservar a excelente imagem pública construída em sua passagem pela Câmara Municipal, onde presidiu o Poder Legislativo com zelo, isenção e honestidade são pressupostos que não devem cair no chão em sua atual gestão.

Reunir um grupo de gestão administrativa de alto nível e empregar estratégias eficazes contra chantagens e ameaças de grupos políticos, useiros e vespeiros em propósitos nada decorosos, se constitui no mais difícil dos desafios que o prefeito Paulo Justa irá enfrentar na direção da Administração Superior do Município de Canindé...


André Noronha Brasil
Acadêmico de Administração em Gestão Pública
Universidade Federal do Ceará UFC 

Um comentário:

  1. É necessário que a Câmara Municipal e o MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL de Canindé apurem a grave denúncia de que cinco vereadores se venderam seu VOTO para o afastamento do Prefeito CELSO CRISOSTOMO por R$ 150.000,00 e que a referida sessão seja declarada NULA de pleno, tendo em vista o vicio dos cinco vereadores, que comprometeu a decisão do afastamento do Prefeito Celso. Advogado ANTONIO JOSE SAMPAIO FERREIRA.

    ResponderExcluir

Pedimos aos usuários que logo abaixo da caixa de comentários ao invés de anonimo, coloquem nome/url e coloquem a identificação a fim de comprovar seus cometários, é muito importante que vcs se identifiquem assim suas opiniões serão mais aceitas. Aos que persistirem no anonimato será feita a devida moderação nas palavras e afirmações comentadas.

Não utilizem palavras ou frases que ataquem ou agridam a outrem direta ou indiretamente, o portal C4 Notícias modera os comentários mas não se responsabiliza pelas opiniões deixadas por seus leitores.

att
Equipe C4 Notícias

Copyright © C4 - Notícias de Canindé | Designed With By Blogger Templates
Scroll To Top