29 outubro 2014

ADUTORA TEM 98% DE SUAS OBRAS CONCLUÍDAS


Os 53 quilômetros de extensão da adutora de General Sampaio para os Municípios de Caridade e Canindé já estão concluídos. De acordo com Luis Sousa técnico responsável pela tubulação, os canos de 6 metros percorrem um trecho da Barragem de General Sampaio com vazão de 400 milímetros e chegam à adutora do Sousa com 300 milímetros. O trabalho total estar realizado em 98%.

Ao todo foram 31.800 canos de fibra de polietileno que servirão a população no modelo de engate rápido. Os investimentos da ordem de R$ 22.107.479, sendo que, R$ 17,8 milhões foram para compra de equipamentos e R$ 4,2 milhões para execução dos serviços.

Se tudo correr bem, os primeiros testes para bombear água do General Sampaio deve ocorrer no dia 08 de novembro. Luis Sousa disse que a tubulação vem pela superfície por que é de montagem rápida. Se fosse toda por baixo do chão, levaria 18 meses para concluir. A montagem começou em julho deste ano. Por uma estrada carroçável é possível acompanhar as tubulações da adutora emergencial que levará água de General Sampaio até Canindé.

Os tubos de aço corten de alta resistência estão instalados na sua maior parte sobre o chão. Seis caixas com capacidade para 30 mil litros foram construídas ao longo do trecho que começa na localidade de Saquinho, Pedras Petras I e II, Ramalhete em General Sampaio, Água Boa em Paramoti, Angelim, Batoque, São Domingos em Caridade que servirão de reservatórios para os moradores da linha de transmissão do precioso líquido, até o destino final, Canindé.

Falta ser concluído apenas o pequeno trecho da comunidade de Boa Vista, à altura da igreja de São Braz até o triangulo da BR-020 na Fazenda Jubaia, de onde segue para estação de tratamento do Serviço Autônomo de Água e Esgoto – SAAE no bairro do Monte, onde passará por todo processo de tratamento de acordo com a portaria do Ministério da Saúde. Em seguida é colocada na rede de distribuição.

As ferramentas que serão utilizadas para montagem dos três motores com capacidade para 200 cavalos cada, na plataforma com capacidade de 200 toneladas chegaram de São Paulo e já foram transportadas para a área das casas de bombas as margens do açude.


O Administrador do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas em General Sampaio Samuel Izídio disse a Reportagem que a barragem tem hoje 19 milhões de metros cúbicos, o que representa 6,5% da sua capacidade total de 322 milhões e 200 mil metros cúbicos.


Ele sangrou na última vez em 2009 com uma lâmina de87 centímetros. ‘’Mesmo com essa reserva a água existente no açude suporta até dezembro de 2015. Temos ainda na galeria 1 metros e 95 centímetros de profundidade. A distribuição para General Sampaio é 20 litros por segundo. Já a distribuição de Paramoti é 12 litros por segundo. Quanto à liberação para Caridade e Canindé, deverá ser 180 litros por segundo’’, explica Samuel.

A taxa de evaporação do manancial é 1 centímetro por dia.


TRÊS AÇUDES DE CANINDÉ ESTÃO AGONIZANDO.

Os três principais açudes de Canindé, Sousa, São Matheus e Escuridão, estão agonizando. O Escuridão, a 22 quilômetros da sede, tem 3,2% de seu volume. Dentro da cidade o São Matheus tem 1%. Já o Sousa, a cinco quilômetros, está com 0,06% da capacidade. Canindé deve perder o reforço deste último reservatório.

A adutora do Sousa, barragem com capacidade para 30.840 milhões de metros cúbicos tem extensão de 7,22km com canos de diâmetro de 350 milímetros, numa vazão de 60 litros – segundo. O bombeamento estava sendo feito 8 horas por dia.

O Escuridão tem uma vazão de 400 metros cúbicos de diâmetro de 350 milímetros. A capacidade do reservatório é de 4 milhões. Utiliza apenas 4 horas da transposição das águas.

O São Matheus tem capacidade para 10.340 milhões de metros cúbicos. Sua vazão antes era de 100 litros, caiu para 30 litros por segundo e sua adutora funciona apenas 8 horas dia.

Enquanto a Adutora do General Sampaio não é inaugurada, a cidade está sendo abastecida também por poços profundos num total de 22 injetados na rede de distribuição.


Histórico – Essa não é a primeira vez que o Açude General Sampaio, vai servir a Canindé. Em 1961, foi construída uma usina hidrelétrica no pé da barragem, equipada com um único gerador, com capacidade operacional de 500 cv, para fornecimento de energia elétrica para as cidades de General Sampaio e Canindé, com uma linha de transmissão de 40 quilômetros, a tensão de 13,8 kVa. Foi a primeira linha de transmissão a longa distância feita no Estado do Ceará e executada pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas. Posteriormente a usina foi desativada.

A Barragem foi projetada por conta da grande seca que assolou o Ceará em 1932, deu-se início no Boqueirão Mãe Teresa a construção da barragem do Açude de General Sampaio, sobre o leito do rio Curu. A barragem foi projetada e construída pela Inspetoria Federal de Obras Contra as Secas – IFOCS, hoje DNOCS.

MAIS INFORMAÇÕES
SERVIÇO AUTÔNOMO DE ÁGUA E ESGOTO – SAAE
RUA: AVENIDA FRANCISCO CORDEIRO CAMPOS S/N
FONE: 085 – 3343- 0140
Fotos e texto/ Antonio Carlos Alves









0 comentários:

Postar um comentário

Pedimos aos usuários que logo abaixo da caixa de comentários ao invés de anonimo, coloquem nome/url e coloquem a identificação a fim de comprovar seus cometários, é muito importante que vcs se identifiquem assim suas opiniões serão mais aceitas. Aos que persistirem no anonimato será feita a devida moderação nas palavras e afirmações comentadas.

Não utilizem palavras ou frases que ataquem ou agridam a outrem direta ou indiretamente, o portal C4 Notícias modera os comentários mas não se responsabiliza pelas opiniões deixadas por seus leitores.

att
Equipe C4 Notícias

Copyright © C4 - Notícias de Canindé | Designed With By Blogger Templates
Scroll To Top