Canindé

[Canindé][bleft]

Regional

[Regional][twocolumns]

Atraso em concurso do IFCE faz candidatos registrarem Boletim de Ocorrência; instituição pode anular prova

Foto: Alex Costa/ Diário do Nordeste
Atraso na entrega dos cadernos de prova e muita desorganização marcaram a aplicação da avaliação do concurso público do Instituto Federal do Ceará (IFCE), realizado neste domingo (22), em Fortaleza e que oferece 261 vagas técnico-administrativas. O acontecimento fez com que alguns candidatos registrassem Boletim de Ocorrência.

Em nota divulgada por volta das 21h deste domingo, o IFCE afirmou que poderá anular o concurso para o nível D, após mapeamento das falhas e problemas. A decisão será divulgada na segunda-feira (23).

Alguns concorrentes que foram aos locais de prova, nesta tarde, para fazer a avaliação reclamaram do atraso, da falta de informação por parte dos fiscais e do descumprimento de alguns itens determinados pelo edital. A comissão organizadora do concurso dividiu a realização da prova em dois horário distintos. Para alguns cargos, a prova foi aplicada de 9 às 13h e para outros ela deveria iniciar às 16h e ir até as 20h.

Fato que não aconteceu em alguns locais em Fortaleza. Uma universitária do Interior do Estado, que prefere não se identificar, chegou cedo na Escola Ensino Fundamental e Médio João Matos, localizada no Centro, mas não iniciou a prova às 16h, como previsto pela organização do concurso. “A prova só foi liberada às 18h10 e foi uma confusão. Muita gente já tinha saído do colégio. Mas eles disseram para a gente fazer a prova e só depois recorrer na justiça”, relata a universitária, que concorria a uma vaga de Secretariado.

O mesmo fato aconteceu na Escola Estadual Presidente Castelo Branco, no bairro Damas, de acordo com dois candidatos que vieram de um Estado vizinho somente para fazer a prova. Eles também não querem se identificar. “Três horas da tarde os portões já estavam abertos e a gente ficou fazendo fila nas salas para entrar. O problema é que não havia lista com o nome dos candidatos inscritos. Entramos nas salas, mesmo sem nos identificar, porque não tinha lista e ficamos esperando uma resposta da coordenação, mas ninguém chegava”, conta.

Foto: Alex Costa/ Diário do Nordeste
Ele disse ainda que só depois de muito tempo os fiscais “explicaram que as provas não tinham chegado por causa de um problema de logística, mas afirmaram que em 30 minutos, no máximos, elas chegariam”. Os dois, então, decidiram não fazer mais a prova. “ A gente se retirou, porque iria terminar, no mínimo 9h. Eu sou de outra cidade e vim só para fazer a prova. Até a hora que fiquei lá, não houve entrega de provas. Por volta das 17h30, os candidatos se retiraram e disseram que não iam fazer a prova. Quando eu saí, já tinha muita gente nos corredores, reclamando e dizendo que ia entrar com uma ação contra o concurso”, explica.



Ele diz que precisa trabalhar na segunda-feira (23) no Estado de origem e, por isso, não podia esperar para fazer a prova, porque já estava com passagem de ida comprada. “Vou voltar ainda hoje e, independente, de ter acontecido ou não a prova, eu tenho que voltar porque tenho que trabalhar amanhã”, diz.

O colega completa o relato. “Às 16h30 foi autorizada a entrada dos alunos nas salas, sem prova e sem identificação e poderia correr o risco da pessoa não estar na sala correta”. Ele também relata que osportões, que deveriam fechar às 16h de acordo com o edital, permaneceram abertos até às 16h30. Os dois estudantes se sentiram prejudicados.

“Ficamos lá quase 1h30 e depois decidimos ir embora. Vinhemos direto registrar um Boletim de Ocorrência”, relata. Os dois e mais uma amiga de Fortaleza fizeram B.O contra o concurso na 11ª Distrito Policial. A delegada plantonista Viviane Apolônio explicou que todas as denúncias feitas no local serão encaminhadas nesta segunda-feira (23) para o 25º Distrito Policial, porque o IFCE faz parte da região de atuação do 25º DP.

“A gente registra o BO das pessoas que chegam aqui e depois vamos transferir para para o 25º Distrito. O delegado de lá vai procurar saber com o IFCE o que aconteceu e saber sobre as falhas e problemas para, só depois, tomar as providências certas”, relata a delegada plantonista.
Polícia foi chamada pelos candidatos para tentar resolver a situação. Foto: Alex Costa/ Diário do Nordeste
Locais de prova divulgados somente no sábado (21)

Além dos problemas relatados pelos candidatos, a seleção apresentou outras falhas. O concurso foi divulgado no 15 de maio e, inicialmente, a prova seria aplicada no dia 15 de junho, mas o processo seletivo foi adiado para este domingo (22). O edital de reabertura de prazos, publicado no dia 5 de junho, informava que os cartões de identificação, com o local e horário da prova, seriam divulgados no dia 19. O IFCE, entretanto, só publicou as informações 24 horas antes da aplicação da prova..

Confira nota completa divulgada pela instituição:

A reitoria do Instituto Federal do Ceará (IFCE) vem a público informar acerca da realização das provas do concurso público para servidores técnico-administrativos da instituição, realizadas neste domingo, 22, referente ao edital nº 05/2014:
1 – As provas para 14 cargos de níveis C e E, aplicadas durante o período da manhã deste domingo, 22, transcorreram normalmente nos 35 locais de aplicação, para os quais estavam inscritos cerca de 23 mil candidatos. O cronograma do concurso público para esses cargos está mantido.
2 – As provas para determinados cargos de nível D, aplicadas durante o período da tarde deste domingo, 22, para os quais se inscreveram cerca de 16 mil candidatos, tiveram registradas, em alguns dos 19 locais de aplicação, ocorrências extraordinárias que estão sendo apuradas pela equipe organizadora do concurso;
3 – Em alguns desses locais, foi registrado atraso na entrega das provas durante a tarde deste domingo, 22, decorrente de falha em sistema informatizado de responsabilidade de empresa terceirizada contratada pelo IFCE, o que impactou na logística do concurso;
4 – Nesta segunda-feira, 23, concluído o mapeamento dos problemas registrados durante as provas para os cargos de nível D, o IFCE se manifestará sobre possível anulação do concurso para os cargos eventualmente afetados pela falha ocorrida e publicação de novo cronograma somente para esses cargos.
5 – O IFCE reitera seu compromisso com a lisura e a transparência de todos os seus concursos públicos, razão pela qual garante que está tomando todas as medidas necessárias para que a isonomia entre os candidatos seja garantida até o fim do certame.

Confira foto enviada por uma das candidatas:

Fonte:  verdinha
Post A Comment
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :

Pedimos aos usuários que logo abaixo da caixa de comentários ao invés de anonimo, coloquem nome/url e coloquem a identificação a fim de comprovar seus cometários, é muito importante que vcs se identifiquem assim suas opiniões serão mais aceitas. Aos que persistirem no anonimato será feita a devida moderação nas palavras e afirmações comentadas.

Não utilizem palavras ou frases que ataquem ou agridam a outrem direta ou indiretamente, o portal C4 Notícias modera os comentários mas não se responsabiliza pelas opiniões deixadas por seus leitores.

att
Equipe C4 Notícias


Prefeitura

[Prefeitura][grids]

Ceará

[Ceará][list]

Nacional

[Nacional][bsummary]

Plantão Policial

[plantão policial][threecolumns]