Canindé

[Canindé][bleft]

Regional

[Regional][twocolumns]

Jotapê: O eterno segurança de Canindé.

Faleceu na madrugada do último domingo, na altura do km 309 da BR 020, por volta de 5h20min da manhã, João Paulo de Sousa Medeiros, vítima de atropelamento. 

Uma figura emblemática, carismática popularmente conhecida na cidade como Jotapê. O mesmo costumeiramente andava trajado de uniformes de segurança e se intitulava a segurança da cidade. 

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal, o veículo envolvido no acidente possivelmente seria de cor vermelha, e fazia o trajeto no sentido Capital ao Interior. O condutor do veículo evadiu-se do local do atropelamento sem prestar socorro à vítima.

Nós do portal C4 lamentamos demais o acontecido, Jotapê era uma pessoa muito simples mas, sempre que o encontrávamos nas ruas ou logradouros públicos da cidade sentíamos que a felicidade está em fazer aquilo que se gosta. Nossas sinceras condolências à família enlutada. 



Através de sua página pessoal no Facebook o poeta Pedro Paulo Paulino, despediu-se de Jotapê com um belo texto, acompanhe o que diz o poeta: 


O VALOROSO SARGENTO JOTAPÊ

A cidade de Canindé perde um personagem dos mais conhecidos de suas ruas. Morreu atropelado, na manhã do último domingo, João Paulo de Sousa Medeiros, o caricato Sargento Jotapê, que contava pouco mais de 30 anos de idade. Se é comprovado que a vocação não escolhe criaturas, a vocação para as armas, em seu voo cego, aterrissou de cheio na cabeça do Jotapê e dali nunca mais bateu asas. Pois se o destino não lhe favoreceu seguir seu ideal segundo a razão, de outro modo ele o fez.

Rigorosamente uniformizado, era sempre assim que ele aparecia em diversos lugares, sem lhe importar que o traje fosse velho e amarrotado ou que a boina ou o quepe excedesse em tamanho; o importante era não abandonar a farda. O coturno surrado e rasgado também não lhe diminuía a grandeza da sua vocação, expressa por ele com muita seriedade. Na sua curta carreira militar, cumpriu uma hierarquia meio confusa, de acordo com os fardamentos velhos que conseguia adquirir entre os amigos.

Personagem perfeito e acabado, como aqueles da ilustre Casa Verde do Dr. Simão Bacamarte, o Sargento Jotapê era um voluntário incondicional da Pátria, um miliciano aguerrido, defensor da moral e dos bons costumes. Cultivava amizades e por isso era querido de todos. Seu olhar melancólico talvez reclamasse a manifestação de outros abnegados que como ele engrossassem as fileiras do seu exército fantasioso e da sua militância filantrópica. Isto porque abraçou as armas tempos depois que saiu de cena outro voluntarioso, por nome Valdemar Teixeira Lopes, o VTL, que por conta própria resolveu também envergar uma farda e se fazer quixotescamente guarda de trânsito da cidade, antes que esta tivesse um departamento dessa ordem.


Nosso herói mais recente, contudo, foi mais longe, e se é suposto que não logrou alcançar de todo o oficialato, a culpa, em suma, não lhe cabe. O indubitável é que, em tempos de tamanha conturbação e de insegurança pública, o valoroso Sargento Jotapê não se rendia a crises nem fazia conta de outra coisa senão exercer o seu ofício. Comparecia dessa forma nos mais variados pontos da cidade, dia e noite, inspecionando cada esquina, detendo-se em cada vulto suspeito, observando tudo e proclamando a ordem. Caminhava com passos regulares e sonoros, quase numa marcha bélica. Para os mais próximos, batia continência e passava, carregando nos ombros as insígnias do seu delírio e na cabeça o seu mundo fantástico, um mundo paralelo ao do restante dos homens que se julgam sãos.

Pedro Paulo Paulino


Portal C4 Notícias
JOTAPÊ - ACIDENTE - TRÂNSITO - CANINDÉ
Post A Comment
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :

Pedimos aos usuários que logo abaixo da caixa de comentários ao invés de anonimo, coloquem nome/url e coloquem a identificação a fim de comprovar seus cometários, é muito importante que vcs se identifiquem assim suas opiniões serão mais aceitas. Aos que persistirem no anonimato será feita a devida moderação nas palavras e afirmações comentadas.

Não utilizem palavras ou frases que ataquem ou agridam a outrem direta ou indiretamente, o portal C4 Notícias modera os comentários mas não se responsabiliza pelas opiniões deixadas por seus leitores.

att
Equipe C4 Notícias


Prefeitura

[Prefeitura][grids]

Ceará

[Ceará][list]

Nacional

[Nacional][bsummary]

Plantão Policial

[plantão policial][threecolumns]