Últimas Notícias

Julgamento do 'caso Assisinho' é confirmado para dia 1º de abril

A Procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol do Ceará (TJDF-CE) ofereceu denúncia na suposta escalação irregular do atacante do Ceará, Assisinho, após notícia delito formalizada pelo Fortaleza. Segundo o presidente do TJDF-CE, Cícero Antônio de Menezes Sobreira, o julgamento está confirmado para o dia 1º de abril, na Segunda Comissão Disciplinar do Tribunal. 

O Fortaleza pede punição ao Vovô alegando que o clube de Porangabuçu escalou o atacante de forma irregular contra o Guarany de Sobral, na primeira rodada do hexagonal final do Cearense. O Vovô corre o risco, portanto, de perder pontos no estadual. O Guarany de Sobral é parte interessada no processo.

Entenda 

Assisinho foi expulso quando jogava justamente pelo Fortaleza no Campeonato Cearense de 2013, contra o Vovô. A diretoria do Ceará alega que a pena - para a suspensão - teria sido paga em cesta básica, antes do duelo contra o Barbalha: que seria a primeira partida oficial do ano, quando Assisinho também atuou.

Já a diretoria jurídica do Fortaleza defende que Assisinho teria de cumprir a suspensão no Campeonato Cearense 2014 ou até mesmo no jogo contra o Barbalha pela Taça dos Campeões Cearenses. O jurídico do Leão também defende que o cumprimento da pena pelo cartão vermelho não é anulado com o pagamento da cesta básica.



Portal C4 Notícias
ESPORTE - CEARÁ - ASSISINHO - JULGAMENTO
Informações: Globo Esporte - Ceará.

Nenhum comentário

Pedimos aos usuários que logo abaixo da caixa de comentários ao invés de anonimo, coloquem nome/url e coloquem a identificação a fim de comprovar seus cometários, é muito importante que vcs se identifiquem assim suas opiniões serão mais aceitas. Aos que persistirem no anonimato será feita a devida moderação nas palavras e afirmações comentadas.

Não utilizem palavras ou frases que ataquem ou agridam a outrem direta ou indiretamente, o portal C4 Notícias modera os comentários mas não se responsabiliza pelas opiniões deixadas por seus leitores.

att
Equipe C4 Notícias