Últimas Notícias

Asfalto Fará Canindé Virar Grelha de Fogareiro: Concreto e Paralelepípedo é a Solução!

A beleza e o glamour arquitetônico da Basílica de São Francisco e todo o conjunto de igrejas, conventos, Praça do Romeiro, Museu, Sala dos Milagres, Zoológico que são muito bem administrados e preservados pela Paróquia de São Francisco formam um panorama de contraste com má gestão da Administração Pública do Município de Canindé que é denunciada a "olho nu" pela má conservação e desmantelo quase que completo de praças, ruas, avenidas, vilas e becos a ponto de ofuscar e comprometer o bem-estar e a segurança na acolhida de quase dois milhões de romeiros que chegam para visitar na Cidade da Fé. Tal distorção exige uma reviravolta imediata. A oportunidade única está nas mãos do Prefeito e dos vereadores...

É preciso acreditar e considerar que todo recurso e verba pública que for endereçada para o desenvolvimento de Canindé nunca mais vai virar fumaça. A questão aqui levantada não se trata de curar o micróbio da corrupção, que afeta figuras ambiciosas de torpe ganância desprovida de qualquer compromisso público. Mas, estimular e até induzir a Gestão Municipal de Canindé a se comprometer com um planejamento pautado na mais austera competência, eficácia e efetividade de suas ações para serem executadas em parceria de consentimento mediante o apoio da população.

Aceitar e enfrentar o desafio de estabelecer metas que reduzam à "Tolerância Zero" qualquer deficiência ou carência no padrão estrutural da mobilidade urbana de um dos destinos turísticos mais importantes do País é o passo inicial para combater o crescimento urbano desordenado da cidade de Canindé, que apenas incha ficando cada vez mais feia e desorganizada tal qual uma grande favela. 

O que explica a Estátua de São Francisco, a maior estátua santa do Planeta, ser vergonhosamente exposta pela mídia nacional quando é comparada a um "anel de ouro no focinho de uma porca" (Provérbios)? Santo sem pedestal, pisando no barro e no lixo? Que zelo se tem pelo atrativo colossal?

O fato do atual Prefeito haver conseguido puxar recursos na ordem de 17 milhões para investir no Município de Canindé em apenas um ano de governo, se constitui numa marca histórica, posto que supera a média dos ex-prefeitos, que mal alcançavam a monta anual de um milhão em verbas e recursos públicos.

Tal virtude política pode ter um efeito reverso caso a notícia do asfaltamento de 17 das principais vias da cidade de Canindé seja efetivada sem antes considerar que o moderno sistema de pavimento de concreto conhecido internacionalmente como whitetopping seria a solução mais barata e o caminho para deixar o trânsito da cidade de Canindé em condições de mobilidade absolutamente confortável e segura para seus milhares de cidadãos, romeiros, visitantes e motoristas. 


O pavimento de concreto whitetopping é mais seguro por reduzir a área de frenagem dos veículos em até 40% (em superfície molhada), redução de até 20% do consumo de combustível e economia entre 30 e 60% no gasto com energia elétrica na iluminação pública proporcionado pela superfície clara do concreto. O fator principal, porém, é a maior durabilidade do material que em alguns casos ultrapassa 30 anos em perfeitas condições. Em comparação o gasto com a manutenção da via de concreto é aproximado a 85% do dispendido pelo poder público com o pavimento asfáltico. Uma via pavimentada de asfalto impede a absorção das águas da chuvas pelo solo e torna a temperatura do subsolo insuportável e doentia.

O Prefeito de Canindé bem que poderia convocar um Plebiscito e realizar um amplo debate com a população na Câmara Municipal para escolher qual a pavimentação ideal para a cidade de Canindé uma vez que o concreto é bem mais eficaz para promover uma reviravolta nas péssimas condições de mobilidade urbana da Cidade da Fé. 


O Prefeito ficaria imune a críticas e ataques no período eleitoral por não contrariar o princípio da escolha pelo menor preço da “proposta mais vantajosa para a Administração” (Art. 3o da Lei Nº 8.666, de 21 de junho de 1993), fator determinante para se vencer uma licitação pública...

O prefeito de Juazeiro do Norte que construiu o Estádio do Romeirão e a Estátua do Pe. Cícero ficou imortalizado com as duas obras de concreto. É mais que necessário aproveitar o grandioso prestígio que o Prefeito de Canindé possui junto ao Governo Federal e Estadual apelando no sentido de avaliar os impactos que o asfaltamento indiscriminado de ruas e avenidas poderão causar em matéria de mal-estar à saúde pública dos canindeenses e à mobilidade urbana de milhares de romeiros, que certamente vão “queimar os pés” andando a pé no asfalto durante a estação mais quente do ano, onde a temperatura fica próxima de transformar a cidade de Canindé numa "grelha de fogareiro". 

Imagine a cidade de Canindé com centenas de trabalhadores pavimentando ruas e avenidas com concreto e paralelepípedos, que não esquentam, permitem uma mobilidade segura, confortável e que dura uma eternidade... Se Você, caro cidadão canindeense, tivesse a honra de ser o prestigiado Prefeito de Canindé por um dia escolheria a pavimentação de asfalto ou a pavimentação de concreto e paralelepípedo para as vias urbanas da sua cidade?
André Noronha Brasil

Acadêmico de Administração em Gestão Pública
Universidade Federal do Ceará UFC

5 comentários:

  1. Como cidadão escolho pavimentação de asfalto!

    ResponderExcluir
  2. dá uma volta em Canindé e vê se tem conforto nesse seu paralelepípedo. Acho que não conhece Canindé direito. Conforto! kkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Também escolho pavimentação de asfalto, calor por calor faz direto, se botar concreto e paralelepípedo com uma chuva arranca tudo e ficam os mesmos buracos, se fossem consertados logo tudo bem, mas um buraco que aparece em março só vão consertar (quando vão) lá pra setembro/outrubro (época de festa de são francisco).

    EU ESCOLHO ASFALTO!

    ResponderExcluir
  4. Existe uma enorme diferença entre paralelepípedo e esse calçamento em pedra tosca feito em 98 % das ruas de Canindé, salvo engano só existe três ruas ou quatro ruas em paralelepípedos na cidade, que são as ruas que ficam em torno da Basílica, as do lado e de fronte e aquela que fica a loja do Mauro, quantas crateras ou desníveis você já viu naquelas ruas? Sr. anônimo. Procure se informar melhor antes de zombar da opinião dos outros, se não me engano aquele calçamento foi feito em 1901 há exatamente 113 anos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E verdade. O paralelepípedo é bem melhor e mais barato, agora a prefeira fazer os reparos so se säo francisco desce do céu.

      Excluir

Pedimos aos usuários que logo abaixo da caixa de comentários ao invés de anonimo, coloquem nome/url e coloquem a identificação a fim de comprovar seus cometários, é muito importante que vcs se identifiquem assim suas opiniões serão mais aceitas. Aos que persistirem no anonimato será feita a devida moderação nas palavras e afirmações comentadas.

Não utilizem palavras ou frases que ataquem ou agridam a outrem direta ou indiretamente, o portal C4 Notícias modera os comentários mas não se responsabiliza pelas opiniões deixadas por seus leitores.

att
Equipe C4 Notícias