Últimas Notícias

FIM DO SEQUESTRO: Coin e Federal resgatam empresário em Canindé

FOTO: DIVULGAÇÃO
Os policiais localizaram o empresário em poder da quadrilha, no meio do matagal. Dois membros do bando foram presos

Uma operação conjunta entre a Polícia Federal e a Coordenadoria Integrada de Inteligência (Coin), da Secretaria da Segurança Pública do Ceará (SSPDS), resultou na prisão de dois bandidos e na libertação de um jovem empresário natural do Rio Grande do Norte que havia sido sequestrado há quatro dias no Interior daquele Estado.

O cativeiro do empresário foi montado dentro de um matagal na localidade de Fazenda Garrote, na zona rural do Município de Canindé (97Km de Fortaleza). Ele era mantido acorrentado e vigiado por dois bandidos com pistolas.

A operação aconteceu, na tarde de ontem, na localidade de Fazenda Garrote, na zona rural do Município de Canindé (97Km de Fortaleza). Por volta das 16 horas, as equipes da PF e da Coin cercaram uma barraca de plástico onde havia sido improvisado o cativeiro. No local, o empresário Fábio Porcino, 23, do ramo de casas de shows e vaquejadas, estava sendo mantido acorrentado desde a última segunda-feira, enquanto a quadrilha negociava com a família dele o pagamento de resgate.

José Carlos Anastácio Leitão, preso no cativeiro, já responde por crime de assassinatos

A operação contou, ainda, com a participação de uma equipe da Polícia Civil potiguar. A delegada Sheyla Freitas esteve presente no momento da prisão dos cearenses acusados de envolvimento no crime.

O cerco foi comandado pelo chefe da Coin, major PM Cícero Henrique Bezerra; e pelo delegado Santos Pastor, também do setor do Inteligência. Agentes federais e da Coin prenderam os dois homens que faziam a guarda do cativeiro. Eles foram identificados como sendo Rivellino Raquel Filho e José Carlos Anastácio Leitão. Ambos já possuem antecedentes criminais. José Carlos, segundo a Polícia, é acusado também de homicídios.

O sequestro do empresário potiguar vinha sendo investigado de forma sigilosa pela Polícia Civil do Rio Grande do Norte, que pediu a colaboração da PF e da Secretaria da Segurança Pública do Estado do Ceará.

Na última quinta-feira, os agentes da Coin obtiveram informações seguras de que o cativeiro poderia ter sido montado pelos criminosos na zona rural do Município de Canindé. Faltava, então, a localização. Na tarde de ontem, isso aconteceu.

Segundo o major Henrique Bezerra e o delegado pastor, durante o cerco policial, os agentes conseguiram apreender parte do arsenal da quadrilha, dois coletes á prova de balas, duas pistolas de calibre 9 milímetros, além de um revólver de calibre 38. A Polícia apreendeu também um dos veículos usado no sequestro pela quadrilha, um CrossFox preto, que estava com placa ´fria´, pois era roubado e clonado.


Rivellino Raquel Filho também foi localizado em Canindé. Estava armado com uma pistola calibre 9 milímetros

Ainda na tarde de ontem, logo após ser libertado, o empresário foi levado de volta para sua terra natal, a cidade de Mossoró, de onde foi sequestrado. Os dois bandidos presos também foram encaminhados para aquela cidade, onde seriam autuados em flagrante por crime de extorsão mediante sequestro, além de porte ilegal de armas e formação de quadrilha.

O sequestro

Na tarde de segunda-feira passada, o jovem empresário Fábio Porcino, conhecido por ´Fabinho´, foi arrebatado por uma quadrilha composta por seis homens, todos armados. Segundo a Polícia do Rio Grande do Norte, o rapaz estava nas dependência de uma loja de sua família quando foi atacado.

José Carlos Anastácio Leitão





Rivellino Raquel Filho



Fonte.:  Fernando Ribeiro editor de polícia do Diário do Nordeste.


Nenhum comentário

Pedimos aos usuários que logo abaixo da caixa de comentários ao invés de anonimo, coloquem nome/url e coloquem a identificação a fim de comprovar seus cometários, é muito importante que vcs se identifiquem assim suas opiniões serão mais aceitas. Aos que persistirem no anonimato será feita a devida moderação nas palavras e afirmações comentadas.

Não utilizem palavras ou frases que ataquem ou agridam a outrem direta ou indiretamente, o portal C4 Notícias modera os comentários mas não se responsabiliza pelas opiniões deixadas por seus leitores.

att
Equipe C4 Notícias