19 junho 2013

Canindé: Garis ameaçam paralisar atividades por atraso de salários.

Foto:  Silvio Dias

Os agentes de limpeza pública da cidade de Canindé ameaçam paralisar suas atividades caso não seja efetuados os pagamentos de seus salários que estão atrasados há três meses.

Num passado não muito distante repercutiu em toda a região a noticia divulgada pela Rádio Jornal sobre o valor pago pela Prefeitura de Canindé para a execução da Limpeza Pública da cidade em apenas dois meses, a Empresa C.S. G – Construções e Serviços Gerais LTDA – ME. Teria recebido mais de 600 mil reais da Prefeitura para fazer a Limpeza da cidade.

Foto: Daniel Santos

Garis de Canindé fazendo manifesto pelas ruas da cidade reivindicado seus direitos.
Aguarde mais informações dentro de instantes.

Um comentário:

  1. Por favor peço a vocês que postem essa matéria, porque em Canindé tem muita gente entrando nessa Telexfree, só ontem recebi duas pessoas em minha casa. Ficarei grata. Maria de Sousa Carneiro

    Para comprovar o que falor é só verificar nessa matéria: http://g1.globo.com/ac/acre/noticia/2013/06/justica-do-acre-proibe-pagamentos-e-novas-adesoes-ao-telexfree.html

    Matéria: Justiça do Acre proíbe pagamentos e novas adesões ao Telexfree Ação foi proposta pelo Ministério Público do Estado do Acre. Decisão é válida para todo o país.

    A 2ª Vara Cível da Comarca de Rio Branco julgou procedente uma medida cautelar preparativa de ação civil pública proposta pelo Ministério Público do Acre, suspendendo os pagamentos e a adesão de novos contratos à empresa de marketing multinível Telexfree. De acordo com o MPE os donos da empresa são suspeitos de montar uma pirâmide financeira. A decisão foi divulgada no final da tarde desta terça-feira (18).

    Nesta quarta-feira (19) a promotora de Defesa do Consumidor, Nicole Gonzalez, deu uma entrevista coletiva onde explicou o que levou o MPE a formalizar a denúncia. De acordo com ela, a Telexfree no Brasil estaria fazendo o recrutamento de investidores e criando um esquema de pirâmide sob o disfarce de marketing multinível.

    "Existem empresas de marketing multinível já consolidadas no mercado como a Herbalife, Mary Kay e Tupperware. Elas trabalham com esse sistema, no caso da Telexfree o interesse não é vender os produtos, mas recrutar novas pessoas", explica. Ela acredita que cerca de 70 mil pessoas possuem contratos com a Telexfree no Acre.

    saiba mais

    Em um ano, Telexfree atrai mais de 40 mil divulgadores no Acre

    Nicole diz que o foco da Telexfree no Brasil não é a venda de produtos ou serviços, mas a adesão de novas pessoas para alimentar o sistema de pagamento. Ela argumenta que o suposto produto oferecido pela Telexfree, um software para realização de ligações pela internet, deve ser comprado em kits.

    TelexFREE (Foto: Yuri Marcel/G1)Promotora Nicole Gonzalez diz que foco do Telexfree
    é a adesão de novas pessoas (Foto: Yuri Marcel/G1)

    "No entanto estamos diante de um software, que no site é só se cadastrar, baixar e pagar para obter. Concluímos que é para mascarar a taxa de adesão", explica. A promotora diz ainda que os pagamentos feitos pela Telexfree na verdade seriam uma espécie de 'recompra' feita pela empresa dos kits. "Se ela recompra significa que não precisa dos divulgadores", enfatiza.

    Decisão afeta todo o país
    Nicole diz que a decisão tomada pela juíza Thaís Borges afeta os divulgadores da Telexfree em todo o país ou fora dele. Ela diz que a medida foi tomada para evitar que novas pessoas acabem envolvidas no esquema e possam se prejudicar. Ela diz ainda que foi efetuado um pedido de bloqueio das contas bancárias dos sócios administrativos da Telexfree.

    A promotora disse que enviou uma cópia da decisão para a Delegacia de Fraudações e Falsificações (Defa) que investiga a empresa no Espírito Santo.

    Em relação às outras empresas de marketing multinível que surgiram após a Telexfree, a promotora diz que por enquanto elas não estão sendo investigadas. Nicole disse que agora o MPE tem até 30 dias para ajuizar a ação principal.

    ResponderExcluir

Pedimos aos usuários que logo abaixo da caixa de comentários ao invés de anonimo, coloquem nome/url e coloquem a identificação a fim de comprovar seus cometários, é muito importante que vcs se identifiquem assim suas opiniões serão mais aceitas. Aos que persistirem no anonimato será feita a devida moderação nas palavras e afirmações comentadas.

Não utilizem palavras ou frases que ataquem ou agridam a outrem direta ou indiretamente, o portal C4 Notícias modera os comentários mas não se responsabiliza pelas opiniões deixadas por seus leitores.

att
Equipe C4 Notícias

Copyright © C4 - Notícias de Canindé | Designed With By Blogger Templates
Scroll To Top