Últimas Notícias

Visita de Dilma Rousseff: Canindé é beneficiada com medidas contra a seca


O prefeito Celso Crisóstomo participou, ontem (2), da visita da presidenta Dilma Rousseff ao Ceará, que aconteceu no Centro de Eventos de Fortaleza. Na ocasião, a presidenta anunciou medidas emergenciais de combate a seca, e Canindé foi contemplada com diversos benefícios.


Dentre as medidas, Dilma Rousseff garantiu para os 1.415 municípios do semiárido em situação de emergência um kit de equipamentos novos. “Canindé receberá retroescavadeira, motoniveladora, caminhão-caçamba, caminhão-pipa e pá carregadeira, que serão repassados pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário”, informou Celso Crisóstomo. Cada kit custará 1,4 milhão para o Governo Federal. 

Outra medida que beneficia diretamente Canindé é a distribuição de 340 mil toneladas de milhos para os municípios. Canindé receberá um percentual desse alimento, que será vendido a R$ 18 através de uma unidade da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) a ser instalada na cidade. “Esse milho vai alimentar rebanhos que sofrem com a falta de alimento gerada pela seca”, explicou o prefeito. A previsão é que ainda hoje técnicos da Companhia estejam na cidade para avaliar os locais de instalação. 



A presidenta também decidiu ampliar o prazo para renegociação das dívidas dos agricultores e produtores rurais. O seguro Garantia Safra e o Bolso Estiagem, que venceriam no meio do ano, serão estendidos até dezembro de 2013 ou até enquanto durar a estiagem. “Uma medida que vai beneficiar muitos agricultores de Canindé”, comemorou Celso Crisóstomo. 

Leia mais em:
http://www2.planalto.gov.br/imprensa/noticias-de-governo/novas-medidas-contra-a-seca-elevam-a-mais-de-r-16-bilhoes-os-recursos-investidos-pelo-governo-federal-no-semiarido


Fonte. Facebook Prefeitura de Canindé.

Portal C4 Notícias
Siga-nos nas redes sociais
Twitter - @c4noticias




3 comentários:

  1. Celso, onde é sala do vice prefeito, colega?

    ResponderExcluir
  2. Boas notícias. Quando Canindé era paupérrima possuia sua frota mecanizada. Posteriormente, os prefeitos preferiam alugar porque não dá para controlar. A máquina pode pagar 1.000 hs e ter uma nota fiscal de 8.000 hs e muito dinheiro é embolsado. Como se sabe, contabiliodade é fechada com papel ( e papel aceita tudo) e não com dinheiro. Tem que se acabar com alugueis de carros e máquinas, a Prefeitura tem condições de financiar a longo prazo. O valor dos alugueis pagam a prestação e sobra muito dinheiro para investimentos.

    Augusto Cesar Magalhães

    ResponderExcluir
  3. Meus caros "anônimus" que defendem a volta do
    Glauber Monteiro e, ainda por cima, coligado
    com o "bicudo" Dr. Zé Hugo, vocês não sabem o
    perigo que estão correndo, com o esvaziamento
    dos cofres municipais e obviamente com os nos
    sos bolsos!... Pobre Canindé!... Cuidado!!!

    ResponderExcluir

Pedimos aos usuários que logo abaixo da caixa de comentários ao invés de anonimo, coloquem nome/url e coloquem a identificação a fim de comprovar seus cometários, é muito importante que vcs se identifiquem assim suas opiniões serão mais aceitas. Aos que persistirem no anonimato será feita a devida moderação nas palavras e afirmações comentadas.

Não utilizem palavras ou frases que ataquem ou agridam a outrem direta ou indiretamente, o portal C4 Notícias modera os comentários mas não se responsabiliza pelas opiniões deixadas por seus leitores.

att
Equipe C4 Notícias