04 março 2013

População de Canindé assiste missa de 7º dia em sufrágio da alma de Frei Lucas Dolle

Foi celebrada hoje nove horas da manhã, na Praça da Gruta em Canindé, pelos franciscanos, a missa em sufrágio da alma do ex-vigário Frei Lucas Dolle, grande benfeitor desta cidade.

De 1977 a 1998, foram 21 anos de abençoada atuação a frente da mais importante paróquia franciscana da América Latina, e, de modo zeloso e dinâmico, de grandes realizações em prol da cidade, dos romeiros e do povo canindeense.

Destacamos aqui, o Hospital Regional São Francisco, uma unidade do CAPS, (Centro de Assistência Psicossocial) o Centro Educacional São Francisco (da rede cenecista). Junto ao governo de Adauto Bezerra, conseguiu a construção da “Estrada Fé”, que liga Canindé a Santa Quitéria, Forquilha e Sobral na BR 222 e Canindé a Quixadá, Morada Nova a BR 116.
Na gestão de Tasso Jereissati, Frei Lucas trouxe para Canindé a majestosa Praça dos Romeiros, que comporta 120 mil romeiros sentados e 80 mil em pé, dotada ainda de bebedouros públicos, posto de saúde e modernos sanitários, além de novas instalações para o zoológico e para o Museu Franciscano.

Sempre esteve amparando o povo sofrido nos momentos mais difíceis, assemelhando-se, na distancia do tempo, a outro grande benfeitor da “Terra de São Francisco”, no caso, Frei Matias de Ponterânica, cujo frade capuchinho, de 1910 à 1915, transformou a então singela matriz na hoje Suntuosa Basílica, além do próprio convento, a casa paroquial e outros prédios importantes, constantes no patrimônio franciscano.

Vale destacar, que, Frei Lucas, apesar do seu incrível carisma e elevado espírito de liderança, nunca se envolveu na política partidária de Canindé e sempre foi estimado e respeitado por todos os segmentos ideológicos/partidários, nesta cidade.

Acompanhe fotos da celebração.










Portal C4 Notícias
Siga-nos nas redes sociais
Twitter - @c4noticias 



2 comentários:

  1. Numa segunda-feira pela manhã, uma multidão dessas! Só mesmo Frei Lucas Dolle. Inesquecível. Grande benfeitor de Canindé! Viveu e morreu trabalhando, servindo aos mais pobres e obedecendo à Igreja. Ia para onde lhe mandavam: Canindé, Triunfo, Salvador, Cairú. E quando chegava lá servia da melhor maneira possível. Não bastasse o que fez por Canindé, em Triunfo reestruturou a paróquia e fundou uma emissora de rádio, a única da cidade; em Salvador onde ficou menos tempo, restaurou o convento de São Francisco do Pelourinho e era amado por todos; em Cairú, conseguiu com o Governo Federal a restauração do mais antigo santuário franciscano das américas. Mas o que chamava a atenção era que além de grande empreendedor, era um pastor cuidadoso. Em Caírú, o único município arquipélago do Brasil (composto por várias ilhas) ele já velhinho viajava de barco visitando as ilhas e todas as comunidades, pregando, batizando, confessando, dando a comunhão e ajudando as comunidades pobres. Digo porque ví: o povo de Cairú e das outras ilhas amava Frei Lucas, tanto quanto os canindeenses amam. Sacerdote que viveu num século em que a Igreja Católica se envolveu em muitos escândalos, o nome de Frei Lucas Dolle sempre foi sinônimo de honra, seriedade e dignidade . Exemplo de vida, de fé, obediência e fidelidade. Concluo dizendo que, se não houver ciúmes dentro da Ordem Franciscana Menor, e espero que não haja, espero que os atuais franciscanos lembrem de enaltecer o exemplo deste frade para que não seja esquecido dentro da Igreja Católica.

    ResponderExcluir
  2. Numa segunda-feira pela manhã, uma multidão dessas! Só mesmo Frei Lucas Dolle. Inesquecível. Grande benfeitor de Canindé! Viveu e morreu trabalhando, servindo aos mais pobres e obedecendo à Igreja. Ia para onde lhe mandavam: Canindé, Triunfo, Salvador, Cairú. E quando chegava lá servia da melhor maneira possível. Não bastasse o que fez por Canindé, em Triunfo reestruturou a paróquia e fundou uma emissora de rádio, a única da cidade; em Salvador onde ficou menos tempo, restaurou o convento de São Francisco do Pelourinho e era amado por todos; em Cairú, conseguiu com o Governo Federal a restauração do mais antigo santuário franciscano das américas. Mas o que chamava a atenção era que além de grande empreendedor, era um pastor cuidadoso. Em Caírú, o único município arquipélago do Brasil (composto por várias ilhas) ele já velhinho viajava de barco visitando as ilhas e todas as comunidades, pregando, batizando, confessando, dando a comunhão e ajudando as comunidades pobres. Digo porque ví: o povo de Cairú e das outras ilhas amava Frei Lucas, tanto quanto os canindeenses amam. Sacerdote que viveu num século em que a Igreja Católica se envolveu em muitos escândalos, o nome de Frei Lucas Dolle sempre foi sinônimo de honra, seriedade e dignidade . Exemplo de vida, de fé e de fidelidade. Concluo dizendo que, se não houver ciúmes dentro da Ordem Franciscana Menor, e espero que não haja, espero que os atuais franciscanos lembrem de enaltecer o exemplo deste frade para que não seja esquecido dentro da Igreja Católica. Se algum frade ler isso, sabe do que estou falando.

    ResponderExcluir

Pedimos aos usuários que logo abaixo da caixa de comentários ao invés de anonimo, coloquem nome/url e coloquem a identificação a fim de comprovar seus cometários, é muito importante que vcs se identifiquem assim suas opiniões serão mais aceitas. Aos que persistirem no anonimato será feita a devida moderação nas palavras e afirmações comentadas.

Não utilizem palavras ou frases que ataquem ou agridam a outrem direta ou indiretamente, o portal C4 Notícias modera os comentários mas não se responsabiliza pelas opiniões deixadas por seus leitores.

att
Equipe C4 Notícias

Copyright © C4 - Notícias de Canindé | Designed With By Blogger Templates
Scroll To Top