13 março 2013

Moradores fazem protesto contra empresa Princesa dos Inhamuns


O charme dos ônibus não condiz com o
desrespeito e o mau atendimento


Foi divulgada na rede social facebook uma foto onde moradores de Campos Belos, estendem uma faixa enfrente a um ônibus da empresa “Princesa dos Inhamuns” em protestos pelos serviços prestados aos moradores daquele distrito. 

Não precisamos nos estender muito para dizer que em Canindé também sofremos com esse monopólio.

Vejamos o que diz o Poeta Pedro Paulo Paulino, em um texto publicado em seu blog na data de 27 DE ABRIL DE 2011:

O BOLÃO DO SEU ORLANDO X PRINCESA DOS JERIMUNS

A queixa mais frequente dos usuários de ônibus que fazem a linha Fortaleza-Boa Viagem, via Canindé, pela BR-020, é contra a empresa de transportes coletivos denominada Viação Princesa dos Inhamuns. Querendo abarcar o mundo com as pernas, os que comandam a empresa não têm o menor respeito pelos passageiros que, via de regra, ficam de mãos abanando, sem transporte para viajar. A desatenção pelo usuário faz parte da rotina dos funcionários da Princesa dos Inhamuns, principalmente motoristas e cobradores que costumam tratar os passageiros a patadas. O mesmo tom abusivo e grosseiro é praticado pelos agentes da empresa, notadamente no box do terminal rodoviário de Canindé.

Como a Viação Princesa dos Inhamuns monopoliza essa extensa rota da região do Sertão Central, seus dirigentes talvez pensam que estão fazendo um favor à população, quando na verdade trata-se de um serviço privado notoriamente rendoso para seus empresários. O resultado desse fato absurdo é que todos os dias passageiros ficam sem transporte, uma vez que são barrados ou no guichê de venda de passagens da empresa, nas diversas cidades abrangidas pela linha, ou mesmo na porta dos ônibus. O problema se torna mais grave nos feriados, já que a empresa não reforça a frota para atender à demanda. Nos terminais, a cada instante são flagrados atritos entre passageiros e os agentes da empresa, que visivelmente parecem ser treinados para tratar mal. Nessa onda de indiferença e desrespeito, não são respeitados nem mesmo os mais velhos, as mulheres e crianças.

Mediante tanto aborrecimento, os passageiros sentem-se saudosos da Empresa Canindé, que mesmo com uma frota limitada conseguia atender a contento e de modo humanizado, já que os empresários e funcionários conheciam certas particularidades da região. Já os mais antigos afirmam que “o Pau de Arara do João Bosco, o ônibus do Zé Afonso e a empresa de ônibus do ‘Antonio Doido’ prestam um serviço com muito mais excelência do que a Viação Princesa dos Inhamuns”. Devido à péssima qualidade do serviço oferecido à população, a empresa já ganhou o apelido de “Princesa dos Jerimuns”. Seus carros luxuosos e confortáveis não condizem com a grosseria e o desconforto no atendimento.

A esse respeito, resgato aqui um cordel que fiz em 1994, saudando um velho ônibus que diariamente fazia a linha Vila Campos-Canindé. Trata-se do “Bolão do seu Orlando”, um antiquado modelo Ciferal que ganhou esse epíteto devido suas formas arredondadas. Mesmo velho, ronceiro e desajeitado, era comprovadamente mais útil do que os luxuosos carros da Viação Princesa dos Inhamuns. As qualidades do Bolão estão descritas nos versos abaixo:

O BOLÃO DO SEU ORLANDO

Pedro Paulo Paulino

Desenho: Arievaldo
Se você, logo cedinho
Se põe na beira da estrada
Esperando por transporte
Que não lhe faça maçada
Amigo, não fique aflito
Quando escutar o apito
De carro se aproximando
Não perca essa condução
Com certeza é o Bolão
Que por aí vem chegando

Esse Bolão tão falado
Não é bonde, não é trem
Não é topic nem kombi
Não é caminhão também
Bolão é um ônibus velho
Que bem antes do evangelho
Já rodava neste chão
Mesmo apesar dessa idade
Aqui na localidade
Ele é nossa condução

Devido esse coletivo
Ter formato arredondado
Pelo povo logo foi
De Bolão apelidado
E por ser também cargueiro
Carrega em seu bagageiro
Feijão, fava e jerimum
Comparo o velho Bolão
Tal qual de mãe, coração
Que sempre cabe mais um

Seus passageiros de sempre
Durante a semana inteira
É o seu Julinho Gomes
É o seu Pedro Ferreira
A família dos Barrins
Mundoca, Pedro Martins
Chico Avelino e o Braz
(Só não transporta o Davi
Pois toda vez que entra ali
U’a confusão logo faz)

O povo da Vila Campos
De classe mais reservada
Pra viajar no Bolão
Tem poltrona separada
Da família de Paulino
À família Secundino
O Bolão todos conduz
Com destino a Canindé
Além do Manel André
E o Roque Teixeira Cruz

Se acaso for estudante
No Bolão tem livre passe
De modo que todo dia
Vai gente de toda classe
Seu Orlando tem razão
Não deixa haver confusão
Pois se der na sua vista
Ele agarra na canela
E joga pela janela
Do outro lado da pista

Na traseira do Bolão
Onde se bota bagagem
A gente sentando lá
Não dá fé nem da viagem
A moçada conversando
O Bolão velho rodando
Encurtando seu destino
E para quem vai na frente
Viaja muito contente
Ouvindo Chico Justino

A sua velocidade
A ninguém causa pavor
Para ele não tem pressa
Seja que momento for
Na frente de todo horário
Pra fazer itinerário
O Bolão parte primeiro
Seu Orlando empurra o pé
Mas o Bolão sempre é
Quem chega por derradeiro

E no tempo de eleição
O Bolão é servidor
É mesmo o melhor transporte
Pra conduzir eleitor
Para votar leva o povo
E traz de volta de novo
Na subida e na banguela
O Bolão tem liberdade
Pois já passou da idade
De ser preso na cancela

Parabéns para o Bolão
O transporte do lugar
Tomara que seu Orlando
Não o queira aposentar
Pois se isto acontecer
Eu sou capaz de dizer
Todo cheio de razão
Que, pra ir a Canindé
Prefiro mesmo ir a pé
Se não passar mais Bolão




Portal C4 Notícias
Siga-nos nas redes sociais
Facebook – www.facebook.com/c4noticias
Twitter - @c4noticias


9 comentários:

  1. Uma boa dencúncia para o Ministério Público.

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente o monopólio causa isto.
    E apesar do serviço ter melhorado em alguns aspectos como uma frota mais nova e confortável, ainda deixa a desejar no atendimento por parte de alguns e principalmente pela quantidade de vagas ofertadas para os passageiros de tantas regiões, inclusive a cidade de Canindé, que por volta e meia tem seus compromissos prejudicados por essa carência de transporte suficiente para suprir essa necessidade de passagens.

    ResponderExcluir
  3. eu andei nesse onibus pra ir pra escola,,,, olando era meio xato mas tudo virava brincadeira

    ResponderExcluir
  4. parabéns pela a reportagem.

    ResponderExcluir
  5. Excelente reportagem, sempre que preciso ir à Boa Viagem sou obrigada a pagar um pouco mais na empresa, se não me falha a memória, GONTIJO, pelo fato de não ter vaga na Princesa, visto que ao chegar de Fortaleza já vem lotado e o mais impressionante é que quem atende no box não sabe informar se tem vaga ou não, esperar que o ônibus chegue é a solução, se tiver vaga você viaja, se não... Ah! se essa reportagem desse pra alguma coisa, além de nos facilitar a um desabafo. Creio que a indignação atinge a uma boa parte da população. Prefiro ir de lotação pagando um pouco mais do que ter que ser tratada de forma desrespeitosa. Aqui recordo de um feriado de semana santa que pra chegar à Boa Viagem paguei R$ 80,00 a um taxista até Madalena e de lá uma pessoa foi me pegar de carro, era a única maneira de chegar. PARABÉNS pELA CORAGEM SR. REPÓRTER!!!

    ResponderExcluir
  6. MANOEL PEREIRA ALVES20 de março de 2013 16:10

    Apesar da bela reportagem do "C4", dos comentá-
    rios-denúncia dos usuários e até das "tiradas"
    jocosas em versos do PPP, parece que os "empresá
    rios" donos da "princesa dos jerimuns" não estão
    nem aí com as reclamações da população a respei-
    to do serviço de transporte de passageiros regi-
    onal. Acho que a demanda prejudicada deveria a-
    cionar o órgão concedente do serviço, a Agência
    Reguladora, o PROCON e, se necessário, até o Mi-
    nistério Público. O que não pode é o povo usuá-
    rio desse serviço além de pagar caro pelo mesmo,
    ser tratado como jumento, burro, quadrúpede,etc.
    Manoel João, colaborador.

    ResponderExcluir
  7. Aqui em Boa Viagem também não é diferente,alguns despreparados trabalham na agência a força e acham que tratar mal os passageiros é sua obrigação,até uma informação se negam a dar,hoje fui pedir o número do telefone da agência da Empresa Engenheiro João Tomé,o funcionário disse que não sabia,é brincadeira isso.

    ResponderExcluir
  8. Um desrespeito constante aos usuários que infelizmente não tem outra opção de como se deslocar. Ontem esperamos 1h pelo ônibus na Rodoviária de Fortaleza e nenhuma satisfação! =/

    ResponderExcluir
  9. Passei por maus trato no dia 14/09/2013 Via siqueira indo pra caninde com minha duas filhas e meu marido as 18;30 na hora que era pra mim eu desde das 13;00 hora no ponto e na hora que o onibins chegou as 19;07 na hora de subir ele pediu o documento das minhas filha ao subir meu marido ele voltou pra me espera subir e longo em sequida o motorista foi grosseiro mandano meu marido sai da frente com gritos e disse que ele nao ia mais viaja que nos eu e minhas filhas ia eu disse pro motorista que eu nao ia sem meu marido mando nos tres desce e fui pedir o meu dinheiro de volta so que eu nao vou deixar pra la voi atras do meus direitos voi onde eu comprei a passagens la no marangape e la vou ver o que eles diz

    ResponderExcluir

Pedimos aos usuários que logo abaixo da caixa de comentários ao invés de anonimo, coloquem nome/url e coloquem a identificação a fim de comprovar seus cometários, é muito importante que vcs se identifiquem assim suas opiniões serão mais aceitas. Aos que persistirem no anonimato será feita a devida moderação nas palavras e afirmações comentadas.

Não utilizem palavras ou frases que ataquem ou agridam a outrem direta ou indiretamente, o portal C4 Notícias modera os comentários mas não se responsabiliza pelas opiniões deixadas por seus leitores.

att
Equipe C4 Notícias

Copyright © C4 - Notícias de Canindé | Designed With By Blogger Templates
Scroll To Top