Últimas Notícias

Matadouro Público: Parcerias Públicas seria uma ótima solução!

Canindé: Uma alternativa para o poder público municipal seria a busca de parcerias afim de melhorar as condições de Trabalho do Matadouro de Canindé. O prefeito Crisóstomo tem fortes influências e poderia fechar essas parcerias.


Iguatu. Parceria entre o Governo do Estado, através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), da Agência de Defesa Agropecuária do Estado (ADAGRI), e da Prefeitura Municipal de Iguatu viabilizou a inauguração do Matadouro Público do município.

Segundo a gerente de emergência da ADAGRI, Adrianne Peixão, o novo equipamento vai atender a todos os municípios da Região Centro Sul do Estado. “A ADAGRI fez a vistoria no equipamento, acompanhada dos representantes dos Poderes Executivo e Legislativo de Iguatu e do Ministério Público e hoje o abatedouro está certificado pelo serviço de inspeção estadual para receber animais de todo o Brasil e comercializar os produtos oriundos de lá para todo o Ceará”, afirmou.
No equipamento houve um investimento de aproximadamente R$ 1,5 milhão, sendo recursos do Estado e do município. Serão atendidos os municípios da Região Centro Sul e imediações. Dispõe de registro no Serviço de Inspeção Estadual (SIE). A solenidade contou com a presença de autoridades municipais e da ADAGRI, na ocasião representada pelos fiscais Médicos Veterinários e Agentes Agropecuários da Unidade Local de Iguatu.

A manutenção do equipamento será feita através de uma parceria público privada (PPP) entre uma empresa e a Prefeitura Municipal. Segundo Adrianne Paixão, o contrato prevê que ao final da PPP o abatedouro deve ser entregue nas mesmas condições em que ele foi recebido.

O secretário-adjunto da SDA, Antônio Amorim, destacou a importância da existência de abatedouros certificados no interior do Ceará para incentivar a produção de carne de qualidade para o Estado. “É importante ainda que os municípios que não têm condições de manter sozinhos os abatedouros façam consórcios intermunicipais e parcerias público privada para que esses equipamentos possam ser geridos”, afirmou. “A SDA pode orientar como proceder a instalação dos abatedouros e firmar convênios com as prefeituras para viabilizar as obras”.

Com mais esse matadouro, o Estado do Ceará conta, a partir de agora, com 10 abatedouros/matadouros com registro no SIE. Destes, no entanto, apenas quatro, dois na Região Metropolitana de Fortaleza, um em Morada Nova e o de Iguatu estão aptos a realizar o abate de bovinos.

Canindé

Em matéria publicada em nosso portal no mês de Dezembro de 2012 com o título “Matadouro público: Sujeira e Descaso!”, apresentamos um cenário nada agradável e preocupante nesse equipamento público do município. 

A situação do matadouro público, um órgão que era para está no mais elevado grau de higiene, devido o trato com as carnes vendidas no comércio local, tendo condições físicas e higiênico–sanitárias em desconformidade com a legislação, desde o abate dos animais até a higienização do local. 

Em visita ao referido matadouro nossa equipe constatou e pontuou os mais graves fatores que colocam em risco a saúde da população e também dos trabalhadores que ali exercem suas funções.

Diante da situação que se encontra o abatedouro municipal, o prefeito Celso Crisóstomo (PT), como tem canal aberto de diálogo com o governo do estado, poderia viabilizar melhores condições ou até um novo prédio em parceria com estado, através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), da Agência de Defesa Agropecuária do Estado (ADAGRI), para termos melhor qualidade da carne servida em nossa mesa.


Portal C4 Notícias
Siga-nos nas redes sociais
Twitter - @c4noticias

Nenhum comentário

Pedimos aos usuários que logo abaixo da caixa de comentários ao invés de anonimo, coloquem nome/url e coloquem a identificação a fim de comprovar seus cometários, é muito importante que vcs se identifiquem assim suas opiniões serão mais aceitas. Aos que persistirem no anonimato será feita a devida moderação nas palavras e afirmações comentadas.

Não utilizem palavras ou frases que ataquem ou agridam a outrem direta ou indiretamente, o portal C4 Notícias modera os comentários mas não se responsabiliza pelas opiniões deixadas por seus leitores.

att
Equipe C4 Notícias