Canindé

[Canindé][bleft]

Regional

[Regional][twocolumns]

Canindé - O Município

História

Em meados do século dezoito, Canindé era um aldeamento de índios vindos dos sertões de Monte-Mor. Não passava assim, de um pequeno núcleo, lugarejo inexpressiva. Habitavam todavia a vasta região alguns fazendeiros que se estabeleciam nas cercanias, vindos na sua totalidade das ribeiras do Jaguaribe e cujas terras lhes foram doadas por sesmarias. Praticavam o pastoreio. A Ribeira de Canindé, local que veio a se originar na atual região onde fica o Santuário de São Francisco das Chagas de Canindé, teve sua origem como data o dia 27 de fevereiro de 1731, sob o livro 11 e a sesmaria de nº 108 em favor da nação Canindé.

Origens da ocupação dos Sertões de Canindé

Nas pesquisas realizadas no livro do escritor Pinto, descreve que as ocupações na região aconteceram com a entrada para o interior, através das Ribeiras do Jaguaribe e do Acaraú, a região Centro-Norte onde está Canindé, também foi sendo ocupadas por fazendas, seus proprietários possuíam sítios na Serra do Baturité e utilizavam-nas no período de chuva, fugindo do frio e dos insetos que se proliferavam com a chegada das mesmas. Um desses homens foi Francisco Xavier de Medeiros, cidadão português que veio de Pernambuco para o Ceará numa dessas bandeiras de penetração para o interior que junto com o tenente General Simão Barbosa, resolveram construir uma capela para São Francisco, durante a construção foi que ocorreu segundo a tradição local, o primeiro milagre, desencadeando vinda de pessoas a Cidade.

O conhecido ensaio estatístico da província do Ceará, traz Senador Pompeu já em 1775 mencionando os sertões de Canindé como ocupado por grandes fazendeiros e a construção de uma capela dedicada a São Francisco das Chagas e que essa mesma capela por alvará d’El Rei D. João VI em 1817, ele afirma “(…) foi a capela de São Francisco então filial de Fortaleza elevada à categoria de Matriz Colada, ordem cumprida pelo bispo de Pernambuco e que em agosto do mesmo ano confirmou a colação do primeiro pároco da Freguesia, o então padre Francisco de Paula Barros.

No início do século XIX, grandes romarias e festejos em homenagem a São Francisco já eram tradicionais, impulsionando o povoado ao desenvolvimento. A tradição narra a ocorrência de episódios no mínimo curiosos, mas vistos como forma de encanto até os dias presentes. Devido à importância do culto à religião, no dia 30 de outubro de 1817, El Rei D. João VI elevou a antiga capela à categoria de igreja matriz, a qual o primeiro vigário, Padre Francisco de Paula Barros, tomou posse no ano seguinte.

1818 - De povoado à vila 
Em 1818, o povoado de Canindé havia sido elevado à categoria de vila, quando também foi demarcado seu território às margens do rio que nomeou o lugar. Politicamente, obteve sua emancipação após o presidente da província do Ceará, Ignácio Correia de Vasconcelos, ter dividido o território provinciano. 

1914 - De vila a município 
Em 25 de agosto de 1914, conforme a Lei Estadual nº 1.221, a Vila de Canindé passou à cidade. Pela Lei nº 1.190, de 5 de agosto daquele mesmo ano, a antiga denominação de Intendência foi substituída por Prefeitura, sendo nomeado primeiro prefeito Antônio Monteiro Filho, conhecido popularmente por Sitônio Monteiro. 

Anualmente milhares de devotos visitam Canindé, pelo encontro com o Santo Seráfico, São Francisco das Chagas, ou mesmo que seja para visitá-lo, ou ainda conhecer o lugar de devoção franciscana. A cidade com sua simplicidade acolhe os seus visitantes e assim vem crescendo bastante por conta dessa romaria, mesmo que muitas vezes de forma tímida prevalece a perseverança de seus moradores, os canindeenses, que como conta o nome da cidade oferece o peito aberto. Assim cresce o comércio, a hotelaria, as pequenas oficinas de artigos religiosos, o emprego, melhorando a vida das famílias da cidade.

Sabemos que há muito o que melhorar na cidade; tornar a romaria mais organizada, estruturar os espaços da cidade e do Santuário, acolher melhor os nossos romeiros. Mas, São Francisco está aqui, e saber disso é o que nos dar forças para continuarmos lutando por um lugar melhor, para que cada vez mais possa-se cumprir a sua missão na evangelização e no acolhimento dos nossos irmãos e irmãs que fazem de Canindé a sua segunda casa.

Atualmente, a Festa de São Francisco, um dos mais importantes eventos do calendário religioso nordestino, realiza-se na Praça do Romeiro, um gigantesco anfiteatro ao ar livre, com capacidade para abrigar 110 mil pessoas, construído no final da década de 80, século passado.

Como afirmou Frei Venâncio Willeke, Canindé é o “primeiro santuário franciscano do mundo”.

Dados Gerais do Município

CEP: 62700-000
Distância de Fortaleza:120 km
Tempo estimado de viagem: 1h45min
Vias de acesso: BR-020
Região administrativa: 7
Localização: microrregião de Canindé
Data de criação: 29/7/1846
População: 73.878 - habitantes
Toponímia: denominação de tribo tapuia que habitava a região.
Etimologicamente existem três versões:"teu seio" ou "tua cama" e, ainda, "teu mato".
Gentílico: canindeense

Formação Administrativa
Em divisão territorial datada de 2007, o município é constituído de 10 distritos: Canindé, Bonito, Caiçara, Pedro Sampaio, Esperança, Iguaçu, Ipueiras dos Gomes, Monte Alegre, Salitre e Targinos.

Alteração toponímica municipal

São Francisco das Chagas de Canindé para simplesmente Canindé alterado, pela lei estadual nº 1221, de 25-08-1914.


Fontes de Pesquisa: 
Santuário de Canindé
Site Prefeitura de Canindé
Blog História Canindeense
Post A Comment
  • Blogger Comment using Blogger
  • Facebook Comment using Facebook
  • Disqus Comment using Disqus

Nenhum comentário :

Pedimos aos usuários que logo abaixo da caixa de comentários ao invés de anonimo, coloquem nome/url e coloquem a identificação a fim de comprovar seus cometários, é muito importante que vcs se identifiquem assim suas opiniões serão mais aceitas. Aos que persistirem no anonimato será feita a devida moderação nas palavras e afirmações comentadas.

Não utilizem palavras ou frases que ataquem ou agridam a outrem direta ou indiretamente, o portal C4 Notícias modera os comentários mas não se responsabiliza pelas opiniões deixadas por seus leitores.

att
Equipe C4 Notícias


Prefeitura

[Prefeitura][grids]

Ceará

[Ceará][list]

Nacional

[Nacional][bsummary]

Plantão Policial

[plantão policial][threecolumns]